F1: Gasly exalta liderança na AlphaTauri que resultou em desempenho de destaque em 2021

Diferentemente do tempo na Red Bull, francês é a referência da equipe italiana e acredita que isso é essencial para ser campeão em um time

F1: Gasly exalta liderança na AlphaTauri que resultou em desempenho de destaque em 2021
Carregar reprodutor de áudio

Duas temporadas depois de suas dificuldades na Red Bull na sombra de Max Verstappen, Pierre Gasly agora está saboreando o papel de um líder de equipe, mostrando seu verdadeiro potencial em uma forte temporada da Fórmula 1 em 2021 na AlphaTauri.

O francês foi um dos destaques do ano, conquistando um pódio no Azerbaijão ao lado de vários top 6. Isso o levou ao nono lugar no campeonato de pilotos com 110 pontos, apenas cinco atrás de Daniel Ricciardo, da McLaren, e bem à frente do companheiro de escuderia, o novato Yuki Tsunoda, que marcou 32.

Leia também:

Apesar de 2021 não ter tido a repetição da vitória em Monza de 2020, Gasly foi um elemento mais regular na frente do pelotão, tanto na qualificação como nas corridas. Falando com exclusividade ao Motorsport.com, ele acredita que vem apresentando seu melhor nível até agora na F1, o que lhe permitiu mostrar seu real potencial.

"Este ano foi extremamente bom, e acho que estive em posição de realmente mostrar o que posso fazer, e em mais de uma ocasião também", disse o francês. "Se você está na parte de trás do campo, mas digamos que tem dois resultados incríveis e obtém um P9 e P8, mesmo sendo bom ninguém te notaria."

"E em 2021, eu estava em uma posição em que o carro foi ocasionalmente capaz de vencer Ferrari e McLaren. Sabemos que a Ferrari tem duas ou três vezes nosso orçamento, sabemos que eles têm um pacote mais competitivo e semelhante ao da McLaren, mas mesmo assim consegui superá-los em algumas ocasiões."

"Para mim, isso foi o principal, estar em posição de mostrar minhas habilidades e minha velocidade. Obviamente, sempre há muitas áreas para trabalhar, mas é ótimo dizer que alcancei o melhor que tenho até agora na minha carreira na F1."

Pierre Gasly, AlphaTauri AT02

Pierre Gasly, AlphaTauri AT02

Photo by: Jerry Andre / Motorsport Images

Gasly disse que sua ambição pessoal para 2021 era melhorar sua consistência nos fins de semana de corrida, admitindo que costumava estourar os limites no passado para compensar qualquer déficit.

"Eu queria trabalhar na minha regularidade, porque quando o carro é ótimo, é bom ter um desempenho, mas às vezes não é tão bom e você ainda quer maximizar o tem", explicou. "E acho que em algumas ocasiões no passado eu estava exagerando."

"Acho que dei um bom passo nesse aspecto e realmente me tornei mais consistente do que antes", acrescentou.

O francês não deu certo na Red Bull durante sua meia temporada na panela de pressão da equipe, que foi cada vez mais construída em torno de Verstappen. Sendo agora um líder de equipe de fato na AlphaTauri ao lado do inexperiente Tsunoda, Gasly tem experiência em primeira mão de ser o ponto focal de um time.

Ele nunca escondeu seu desejo de retornar à 'matriz' um dia - apesar de ter sido preterido para um retorno com a contratação de Sergio Pérez - e está bem ciente de quão valioso é ser a referência. Por isso, destacou o foco da escuderia nele como um fator importante em seu desempenho em 2021.

"Com a situação de Max na Red Bull, toda a equipe está ao seu redor e é por isso que eles estão em condições de vencer o campeonato", destacou. "Lewis [Hamilton] tem toda a Mercedes com ele e é por isso que ele também está em posição de ganhar o título. Se não, os resultados poderiam não ser os mesmos."

"Eu estava em uma posição semelhante na AlphaTauri com Yuki, que era um novato. Eu tinha toda a equipe focada em mim e tentando trazer mais pontos para ela. É por isso que às vezes conseguimos 'superar' o pacote que tínhamos, porque os caras colocaram tanto esforço e atenção do meu lado que conseguimos entregar."

"Seja qual for o time em que você esteja, esse é o status que você precisa ter se quiser jogar no seu melhor nível."

Pierre Gasly, AlphaTauri

Pierre Gasly, AlphaTauri

Photo by: Getty Images / Red Bull Content Pool

Mesmo com o limite de orçamento da F1 e o novo conjunto de regras para 2022 que buscam equilibrar o grid, Gasly admitiu que "precisa ser realista" sobre seu sonho de ser campeão.

"Acho que no momento é muito cedo para dizer", respondeu ele quando questionado se pode realizar suas ambições na equipe italiana, sexta nos construtores do último ano. "É possível conseguir grandes coisas, mas acho que você também tem que ser realista."

"Quero ser campeão da Fórmula 1. É extremamente difícil lutar contra rivais como a Mercedes, seus recursos e o conhecimento que eles adquiriram nos últimos anos."

"Lutando na frente, com mais pressão, você não pode cometer certos erros e precisa estar no topo de tudo. Essas escuderias têm a experiência e o conhecimento de gerenciar essa situação."

"Obviamente, é muito cedo para dizer, mas claramente meu objetivo é lutar por um campeonato mundial na minha carreira", concluiu.

FRED SABINO compara HAMILTON x VERSTAPPEN com rivalidades HISTÓRICAS da F1 como SENNA e PROST

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #158 - TELEMETRIA DE FÉRIAS: Rico Penteado explica novo carro da F1 e aponta favoritos

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Diretor técnico da McLaren não espera grid equilibrado em 2022
Artigo anterior

F1: Diretor técnico da McLaren não espera grid equilibrado em 2022

Próximo artigo

F1: Brown não dá retorno de Hamilton como certo, mas crê em volta

F1: Brown não dá retorno de Hamilton como certo, mas crê em volta