F1: Hamilton e Bottas se dizem “muito mais felizes” com desempenho do carro

Piloto finlandês liderou dobradinha da equipe alemã nas duas sessões do primeiro dia em Ímola

F1: Hamilton e Bottas se dizem “muito mais felizes” com desempenho do carro

Os pilotos da Mercedes ficaram "muito mais felizes" com o novo carro da temporada de 2021 da Fórmula 1, W12, depois de dominarem os treinos de sexta-feira para o GP da Emilia Romagna.

Lewis Hamilton e Valtteri Bottas passaram grande parte dos testes de pré-temporada e do fim de semana de abertura no Bahrein lutando para se familiarizar com o W12, que apresentou uma traseira instável após mudanças nos regulamentos de design do assoalho do monoposto.

Leia também:

Hamilton venceu por pouco o rival Max Verstappen, da Red Bull, em Sakhir.

Mas a Mercedes voltou à forma no primeiro dia de treinos em Ímola, com Bottas liderando a dobradinha da equipe alemã nas duas sessões. 

Verstappen terminou o TL1 em terceiro, e o TL2 em 14º depois que um problema de eixo de transmissão o forçou a encerrar sua sessão.

Apesar da falta de uma comparação precisa com o piloto holandês, Bottas ficou satisfeito em ver a melhora do W12 em Ímola.

“A partir deste final de semana, se eu comparar com o Bahrein como o carro está se saindo, ele definitivamente está melhor, o que é bom”, disse.

“Como disse ontem, é uma pista diferente e outro tipo de circuito, superfície e nível de aderência, mas pelo menos o fim de semana começou de forma positiva e o carro não estava muito longe no sentido da afinação."

“Ainda há coisas a serem ajustadas, mas no geral [com] o equilíbrio, estou muito mais feliz com o carro agora do que há três semanas.”

O finlandês disse que o novo modelo ainda mostrou alguns problemas que a Mercedes precisa resolver, mas já está satisfeito com o progresso feito.

“É uma sensação melhor - ainda o mesmo tipo de problema, mas menor”, disse Bottas.

“Então ainda não está perfeito, mas estamos apenas na segunda etapa de 23 nesta temporada, então esperamos ter tempo suficiente para consertá-lo."

“Mas pelo menos podemos realmente sentir que demos alguns passos a frente, então isso é bom.”

Hamilton repetiu os pensamentos do seu companheiro de equipe, acreditando que o passo a frente dado pela montadora alemã se deve a uma combinação do trabalho da equipe e pela pista italiana ser mais adequada para o W12.

“A equipe definitivamente trabalhou muito para tentar entender o que aconteceu na última corrida, ver onde estávamos fracos e onde podíamos tentar tornar o carro um pouco melhor com a afinação", disse Hamilton.

“Mas acho que a pista também veio um pouco mais na nossa direção."

“Começamos com uma configuração muito boa e apenas pequenos ajustes aqui e ali, mas sem grandes problemas. Até agora, bom ritmo para nós.”

Mas o heptacampeão mundial permaneceu recatado sobre o quão competitivo o Red Bull poderia ser depois que a equipe passou por um dia conturbado de corrida em Imola.

“Acho que ainda não vimos o melhor dos Red Bulls”, disse.

“Parece que eles tiveram sessões muito complicadas com o tráfego e tal, então será muito interessante ver amanhã como eles estão", concluiu. 

F1 2021: Brilho da Mercedes, preocupação da Red Bull e acidente de Leclerc em Ímola | SEXTA-LIVRE

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: TELEMETRIA: A verdade sobre motor Honda e tudo sobre o GP da F1 em Ímola

 

compartilhar
comentários
F1: Aston Martin pressiona FIA por mudanças em rake; Red Bull vê "ingenuidade"

Artigo anterior

F1: Aston Martin pressiona FIA por mudanças em rake; Red Bull vê "ingenuidade"

Próximo artigo

F1: Marko diz que Pérez é "claramente culpado" por toque com Ocon em Ímola

F1: Marko diz que Pérez é "claramente culpado" por toque com Ocon em Ímola
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Emilia Romagna
Equipes Mercedes
Autor Luke Smith