F1: Hamilton é “um superespião”, diz ex-engenheiro da Mercedes

Philipp Brändle, hoje comentarista na TV, relatou como heptacampeão se atenta aos mínimos detalhes para buscar melhorias em seu carro

F1: Hamilton é “um superespião”, diz ex-engenheiro da Mercedes

Quando os carros da Fórmula 1 são estacionados no parque fechado após uma corrida, não é incomum ver um piloto olhando mais de perto a máquina de um concorrente pouco antes da cerimônia de premiação. Sebastian Vettel é conhecido por ser particularmente curioso, e Lewis Hamilton também tem um bom olho para os detalhes em tais situações.

Leia também:

Engana-se quem pensa que um piloto não pode enviar nada de útil para seus engenheiros nesse processo. No GP do Bahrain, um ex-engenheiro da Mercedes participou dos comentários pela primeira vez na ServusTV para explicar questões técnicas. Philipp Brändle trabalhou no carro de Hamilton até o final de 2019 - e, portanto, sabe exatamente que o heptacampeão mundial pode fazer muito mais do que ‘apenas’ correr.

Lewis é um superespião”, elogia Brändle: “Ele olha tudo de perto. Por exemplo, houve uma situação antes da sala do pódio em que eles estavam tomando uma bebida. Ele percebeu que outro carro tinha menos cabos. A questão é que você pode economizar peso. Porque realmente cada detalhe conta na F1."

"Então, ele nos deu o feedback de que a outra equipe tem um chicote elétrico mais curto, um plugue menor. Então, realmente tudo, como você pode de alguma forma economizar apenas um grama, é importante. E ele então analisa detalhes como esse. E é isso que nós implementamos", explicou o austríaco.

O olhar dos pilotos após a corrida é um fator subestimado por muitos. Os próprios engenheiros não têm a oportunidade de entrar nos boxes de um time adversário e dar uma olhada no carro.

Isso só é possível no grid, onde os carros geralmente são protegidos da melhor maneira possível, com correntes humanas. O designer da Red Bull Adrian Newey, por exemplo, é conhecido por muitas vezes dedicar mais atenção a outros carros antes da largada do que ao seu próprio. Os pilotos, no entanto, podem fazer isso muito bem no Parc ferme.

"Você coleta informações", confirmou o também especialista da ServusTV, Nico Hülkenberg. "Você vê como isso é resolvido no carro e depois passa isso para seus engenheiros. E é claro que espera que eles possam fazer algo com isso e tornar seu carro mais rápido."

F1: Nova ORDEM de forças? Veja análise DETALHADA sobre como Mercedes pode PERDER briga para Red Bull

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Batalhas entre Hamilton e Verstappen ditarão temporada 2021 da F1?

 

compartilhar
comentários
F1: Mercedes diz que aumentar rake “anularia” temporada de 2021

Artigo anterior

F1: Mercedes diz que aumentar rake “anularia” temporada de 2021

Próximo artigo

F1: Motor Honda está "muito, muito próximo" da Mercedes, diz chefe da AlphaTauri

F1: Motor Honda está "muito, muito próximo" da Mercedes, diz chefe da AlphaTauri
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes
Autor Christian Nimmervoll