F1: Hamilton não descarta Honda e Red Bull fortes em Monza

Apesar do favoritismo no GP da Itália pender para as unidades de potência da Mercedes, heptacampeão acredita que fabricante japonesa pode oferecer perigo

F1: Hamilton não descarta Honda e Red Bull fortes em Monza

Lewis Hamilton disse não achar que o favoritismo da Mercedes seja certo em Monza, palco do GP da Itália deste fim de semana, em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (9). A equipe alemã chega forte ao circuito pela força de seu motor e vantagem sobre a Red Bull, que usa a unidade de potência da Honda e tem velocidade máxima menor que a da rival, o que pode ser uma desvantagem na corrida mais rápida do ano.

No entanto, o heptacampeão acredita que a montadora japonesa deu um salto muito grande em seus anos na Fórmula 1, que começaram conturbados durante a reedição da parceria histórica com a McLaren e um 2019 e 2020 longe de disputar o título já com a escuderia austríaca.

Leia também:

"Acho que ainda podemos ser rápidos", disse Hamilton nas entrevistas em Monza. "Eu imagino que isso seja potencialmente diferente neste fim de semana, mas se você olhar para aquele motor Honda, ele tem as pernas sobre nós este ano e temos essas longas, longas retas."

"Sem dúvida, esses caras vão ser muito, muito rápidos este ano. Esse foi o maior passo, eu diria, no desempenho desta temporada para o antigo motor, mas vai ser equilibrado", acrescentou.

A Red Bull venceu o GP da Itália duas vezes, ambas com Sebastian Vettel em 2011 e 2013. O alemão também triunfou pela equipe irmã Toro Rosso em 2008, que ganhou outra vez em 2020, sob o nome AlphaTauri, com Pierre Gasly.

F1 2021: A POLÊMICA em torno do motor Mercedes, Red Bull PREOCUPADA e porta fechada para de Vries | DIRETO DO PADDOCK

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST - Bottas: piloto que deixou a desejar ou talento 'sacrificado'?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Bottas reflete sobre anos na Mercedes e expectativas na Alfa Romeo
Artigo anterior

F1: Bottas reflete sobre anos na Mercedes e expectativas na Alfa Romeo

Próximo artigo

Podcast #131 - TELEMETRIA: Mercedes favorita na Itália? Rico Penteado explica chance de Hamilton voltar a ser líder

Podcast #131 - TELEMETRIA: Mercedes favorita na Itália? Rico Penteado explica chance de Hamilton voltar a ser líder
Carregar comentários