F1: Hamilton teme “problemas" se desempenho da Red Bull continuar no Brasil

Heptacampeão desmistifica pressão em Interlagos ao dizer que aborda todas as corridas da mesma maneira

F1: Hamilton teme “problemas" se desempenho da Red Bull continuar no Brasil
Carregar reprodutor de áudio

Lewis Hamilton admitiu que "terá problemas" para chegar ao rival do título, Max Verstappen, se a Red Bull conseguir manter o ritmo do México também no Brasil.

Verstappen e Red Bull dominaram totalmente o GP do México de Fórmula 1 no fim de semana, com o holandês conquistando sua oitava vitória na temporada, à frente de Hamilton e seu companheiro de equipe Sergio Pérez.

Leia também:

Isso colocou Verstappen 19 pontos à frente de Hamilton no campeonato de pilotos, com a Red Bull diminuindo a diferença para a Mercedes na classificação de construtores para um único ponto.

O equilíbrio entre a Mercedes e a Red Bull se fez presente ao longo da temporada, com a Mercedes mais rápida na Turquia, mas a Red Bull claramente tendo a vantagem em Austin e na Cidade do México, e acredita-se que o GP no Brasil no próximo fim de semana também favorecerá os carros da Red Bull.

Hamilton disse que espera que a luta seja mais disputada em São Paulo, porque caso contrário ele teme que a Mercedes "tenha problemas" para salvar o campeonato de pilotos e construtores.

"Ainda há quatro corridas, obviamente 19 pontos são muitos pontos e acho que ele teve muitas vitórias este ano", disse Hamilton após a corrida de domingo.

"Acho que hoje com a velocidade superior deles, se eles levarem isso para as próximas corridas, estaremos em apuros.”

"Não sei se eles usarão aquela enorme asa que usaram hoje, naturalmente descobriremos quando chegarmos lá, mas espero que estejamos mais pertos."

A vantagem de 19 pontos de Verstappen no campeonato significa que - exceto a má sorte do holandês - Hamilton provavelmente precisará vencer três das quatro corridas restantes se quiser conquistar o oitavo campeonato mundial.

Quando questionado se ele vê o Brasil como uma corrida imperdível, Hamilton disse que aborda todos os finais de semana de corrida dessa forma.

"Naturalmente, sinto que preciso vencer todas as corridas, porque precisamos desses pontos extras, para não perder esses pontos, para tentar recuperar", explicou.

"Esse era o objetivo indo para a última corrida, a corrida anterior e assim por diante, e aqui neste fim de semana.”

"Mas eles estão muito rápidos, então estamos dando absolutamente tudo o que temos, mas infelizmente não é o suficiente no momento para competir com eles."

Verstappen não espera que a vantagem de ritmo da Red Bull em Interlagos seja tão significativa quanto foi no México e está preocupado com as várias maneiras de seu primeiro título mundial ainda escapar dele.

Questionado se ele sente que a força está agora firmemente do seu lado, ele disse: "Eu não acredito nesse ímpeto."

"Em todas as corridas temos que tentar acertar os detalhes e não fizemos isso [na classificação], então as coisas podem dar errado muito rapidamente, ou podem dar certo.”

"Vai ser muito apertado e emocionante até o fim.”

F1 2021: Verstappen BRILHA e vence no México, com Hamilton em 2º e Pérez em 3º; assista ao debate

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #144:  GP no Brasil será o mais decisivo dos últimos 10 anos?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
RETA FINAL: Hamilton 'se desculpa' com Bottas, Alonso usa Verstappen para 'cutucar' hepta e mais
Artigo anterior

RETA FINAL: Hamilton 'se desculpa' com Bottas, Alonso usa Verstappen para 'cutucar' hepta e mais

Próximo artigo

F1: FIA está confiante que circuito de Jeddah ficará pronto a tempo do GP da Arábia Saudita

F1: FIA está confiante que circuito de Jeddah ficará pronto a tempo do GP da Arábia Saudita
Carregar comentários