F1 - Horner pede fim nas acusações sobre limite orçamentário: "Levamos uma surra pública"

Chefe da Red Bull ainda deixou claro preocupação com vazamento de informações sobre quebra do teto por parte da equipe de Milton Keynes

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing

Christian Horner achou "extremamente preocupante" que as informações da violação do teto orçamentário por parte da Red Bull na temporada 2021 da Fórmula 1 foram vazadas e geraram uma "surra" pública por parte das equipe rivais.

Leia também:

A Red Bull chegou a um acordo com a FIA sobre sua violação de £1,8 milhão do teto orçamentário do ano passado antes do GP do México, argumentando que interpretou mal algumas das exclusões permitidas. A equipe foi punida com uma multa de US$7 milhões e uma redução de 10% em seu desenvolvimento aerodinâmico pelos próximos 12 meses, uma sanção que Horner chamou de "enorme" e "severa".

Isso encerrou a saga do limite de custos que surgiu pela primeira vez no fim de semana do GP de Singapura no final de setembro, quando surgiram os primeiros rumores de que a Red Bull havia violado o teto. Horner revidou enfaticamente as acusações quando foram feitas pela primeira vez, além de acusar os rivais de fazerem alegações "difamatórias" sem nenhuma informação oficial da FIA.

A Red Bull só foi informada oficialmente de que havia quebrado o limite de custos no domingo do GP do Japão, 90 minutos depois de Max Verstappen conquistar seu segundo título mundial. Um aviso público foi emitido um dia depois.

Refletindo sobre o caso no México após a decisão da FIA, Horner disse que espera uma ação de acompanhamento para investigar por que as notícias da violação da equipe de Milton Keynes vazaram.

"As acusações feitas em Singapura foram extremamente perturbadoras para cada membro da equipe, todos os nossos parceiros, todos os envolvidos na Red Bull", disse Horner. "Obviamente, qualquer forma de vazamento é extremamente preocupante. É algo que esperamos que seja acompanhado."

Antes do Accepted Breach Agreement (ABA) ser firmado entre Red Bull e FIA, vários rivais da equipe foram claros nos pedidos de ação forte.

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing, in a press conference regarding the recent findings of the cost cap breach. The FIA have handed Red Bull a $7m fine and an aero testing reduction

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing, in a press conference regarding the recent findings of the cost cap breach. The FIA have handed Red Bull a $7m fine and an aero testing reduction

Photo by: Carl Bingham / Motorsport Images

O chefe da McLaren, Zak Brown, escreveu ao presidente da FIA, Mohammed Ben Sulayem, e ao presidente da F1, Stefano Domenicali, para dizer que qualquer possível violação do limite de custos “constitui trapaça”, algo que Horner rebateu ferozmente em Austin.

Horner disse após a decisão da FIA que achava que a Red Bull "provavelmente merecia um pedido de desculpas de alguns de nossos rivais por algumas das alegações que eles fizeram" e que a equipe "não pediria desculpas pela maneira como agimos."

O chefe de equipe ainda acrescentou: "Nós assumimos que há lições a serem feitas. Potencialmente erros foram cometidos em nossa finalização, que com o benefício da retrospectiva e uma visão 20/20 da situação, todos podem ser especialistas.

"Mas não houve intenção, não houve nada desonesto e certamente não houve trapaça envolvida, o que foi alegado em certos setores. Então, não sinto que precisamos nos desculpar. Acho que há lições que foram aprendidas. Todos podem aprender com isso. Levamos nossa surra em público, levamos uma surra muito pública, através das acusações que foram feitas por outras equipes.

"Nossos pilotos foram vaiados nos circuitos e o dano à reputação causado pelas alegações foi significativo. Chegou a hora de parar com isso."

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate se punição à RBR 'saiu barato': o 'crime compensa' na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Fórmula 1 volta atrás e deve abandonar redução da temperatura das mantas de pneus em 2023
Próximo artigo F1: Mercedes prefere uma vitória do que terminar campeonato em segundo lugar

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil