Fórmula 1 GP do Japão

F1: Lawson "não ficaria feliz" caso volte a ser piloto reserva em 2024

Neozelandês está feliz com performance até aqui, dizendo que é mais difícil de se adaptar a um F1 do que outros carros

Liam Lawson, Alpha Tauri

Em meio a uma briga tripla pelas duas vagas da AlphaTauri na temporada 2024 da Fórmula 1 contra Yuki Tsunoda e Daniel Ricciardo, Liam Lawson disse que "não ficaria feliz" caso tenha que voltar a ser apenas piloto reserva da Red Bull no próximo ano.

O neozelandês foi convocado durante o fim de semana do GP da Holanda para substituir Ricciardo após o australiano sofrer uma fratura não mão esquerda. Com o GP do Japão devendo ser a última prova de Lawson antes do retorno de Ricciardo, o estreante vem mostrando progresso e impressionando a cúpula da Red Bull, conquistando seus primeiros pontos em Singapura.

Leia também:

O bom ritmo de Lawson o colocou na disputa direta pelas duas vagas da AlphaTauri para o próximo ano, mas, segundo informações de bastidores, Tsunoda e Ricciardo são os dois favoritos para 2024.

Falando antes do GP em Suzuka, Lawson admitiu que ficaria desapontado caso tenha que voltar a ser um piloto reserva após ter o gosto do que é ser titular na F1.

"Não ficaria feliz em voltar a ser um reserva mas, obviamente, eu sei o quão difícil é entrar na F1. E eu entendo que algumas vezes isso pode ser muito difícil. Então, obviamente, o que tiver de ser será, mas eu não tive como pensar muito nessas coisas. Estou tentando tirar o máximo disso".

Lawson espera que as coisas comecem a se mexer após sua função de substituto chegar ao fim, com as corridas consecutivas deixando-o sem tempo para negociações. Com Ricciardo potencialmente voltando no GP do Catar, Lawson diz que, no momento, seu foco é dar o melhor no Japão.

"Para ser honesto, não tive muito tempo para discutir o futuro. Sobre o que aconteceu até aqui, tem sido bem positivo. Mas acho que a mensagem para mim é de manter a cabeça no lugar e seguir entregando até que as coisas se acalmem, até que Daniel volte e essa oportunidade chegar ao fim".

"Então basicamente seguir fazendo um bom trabalho, seguir fazendo o mesmo. Obviamente eu quero estar na F1 e agora que eu tenho essa chance, eu posso tentar dar o meu melhor para mostrar que posso estar aqui. Mas sobre as discussões, elas acontecerão após este fim de semana".

Lawson acrescentou que está satisfeito com sua performance apesar da falta de preparação, mas sente que há mais para ser extraído da AlphaTauri.

"Dá para fazer mais com mais tempo no carro, mas pela natureza da situação, o quão longe eu cheguei, acho que estou indo bem. Estou correndo contra caras que fizeram 11 ou 12 corridas na temporada já, então eu definitivamente estou buscando alcançá-los".

"A cada semana que passa eu fico mais confortável com o carro, então, com sorte, vou para o fim de semana me sentindo ainda mais confortável. Comparado com os outros carros que já guiei, definitivamente é preciso mais tempo para se adaptar a um Fórmula 1".

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #248 – Ferrari ‘passa pano’ para Leclerc e subestima Sainz?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior De Vries perto de volta à F-E e pode impactar 2024 de Drugo; Nyck concorre com Felipe na Maserati, mas pode ir para outros times
Próximo artigo F1: Gasly 'solta o verbo' e detona não-punição a Verstappen e Magnussen

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil