F1: Leclerc admite que Mercedes tem ritmo de volta "um pouco surpreendente"

O piloto de Fórmula 1 da Ferrari, Charles Leclerc, admite que o ritmo da rival Mercedes no Bahrein na quinta-feira foi "um pouco surpreendente" em relação ao que viu nos testes de pré-temporada

Charles Leclerc, Ferrari

Erik Junius

A Mercedes teve um teste discreto em Sakhir em termos de ritmo, mas a equipe de Brackley liderou os tempos no segundo treino livre, com Lewis Hamilton à frente de George Russell. Carlos Sainz foi o quarto colocado da Ferrari, 0,395s abaixo do líder Hamilton, enquanto Leclerc cometeu um erro em sua volta rápida e, portanto, não marcou um tempo representativo em nono.

Leia também:

No entanto, o piloto monegasco acredita que a equipe alemã está em uma boa posição.

"Foi bom, novamente sem grandes surpresas, pelo menos do nosso lado, então isso é bom de novo", disse Leclerc na noite de quinta-feira. "Não houve surpresas ruins, mas também não houve surpresas boas, exatamente como esperávamos que o carro fosse.

"A Mercedes parece forte, o que é um pouco surpreendente, mas não sabemos com que combustível [carga] eles estão correndo. Portanto, acho que teremos todas as nossas respostas amanhã."

Leclerc reconheceu que o SF-24 se mostrou promissor em uma corrida longa.

Leclerc também explicou o que aconteceu no treino livre. "No TL2, cometi um pequeno erro em minha volta rápida. É um pneu de uma volta só, então foi isso. Mas, fora isso, agora é tudo sobre o amanhã, tentando me concentrar para dar um passo à frente.

Charles Leclerc, Ferrari SF-24

Charles Leclerc, Ferrari SF-24

Foto de: Andy Hone / Motorsport Images

"Sim, parecia muito bom", disse ele. "A sensação foi muito boa, mais uma vez me senti muito bem com o carro e é um começo muito melhor em comparação com o ano passado, quando no ano passado chegamos à primeira corrida e foi muito difícil saber exatamente qual era a janela certa para otimizar nosso carro.

"Hoje não é esse o caso, sabemos que estamos no momento certo para dar o nosso melhor com esse carro específico. Agora é só pensar no amanhã, tentar prever as condições de amanhã e tirar o melhor proveito deste fim de semana."

Com relação ao potencial da Ferrari, ele acrescentou: "Espero estar junto com os outros. O único ponto de interrogação é, obviamente, a Red Bull, o quanto eles estão na frente, mas com os outros, ficarei surpreso se não estivermos no meio."

O companheiro de equipe de Leclerc, Sainz, também reconheceu que o ritmo da Mercedes no FP2 não era esperado.

"Isso só mostra que agora você nunca pode olhar para os testes porque as pessoas tendem a não mostrar todas as suas cartas", disse o espanhol Carlos Sainz.

"E está claro que a Mercedes vai estar na briga, e a Red Bull, no longo prazo, foi muito mais rápida do que no curto prazo, então espero que eles também sejam mais fortes amanhã e domingo."

Perguntado sobre o que poderia ser melhorado durante a noite, Sainz destacou um problema de freio que o atrapalhou na quinta-feira.

Charles Leclerc, Ferrari SF-24

Charles Leclerc, Ferrari SF-24

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

"Antes de mais nada, precisamos dar uma olhada nos freios", disse ele. "Tivemos muitos problemas hoje, problemas com os freios, com o material e com a consistência dos freios, algo que não aconteceu em todos os testes, mas por algum motivo hoje o TL1 e o TL2 foram comprometidos.

"E, em segundo lugar, tentamos apenas ajustar o equilíbrio, especialmente para a corrida de longa duração, em que parecemos estar um pouco mais agressivos com os pneus, e precisamos montar um pacote melhor para a corrida de longa duração.

"Foi um dia bastante complicado, porque foi o dia mais ventoso que tivemos no Bahrein até agora. Portanto, com o vento, o carro no TL1 e TL2 estava um pouco mais difícil de dirigir do que nos testes.

"E vimos muitas equipes sendo muito competitivas. Hoje, o campo está muito apertado novamente, então parece que será um fim de semana interessante."

Tudo sobre os TREINOS LIVRES da FÓRMULA 1 no BAHREIN | SEXTA-LIVRE

O que a F1 pode fazer para que o domínio de Max não seja desinteressante?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Em meio à polêmica entre Red Bull e RB, Wolff cobra F1 por mudanças nas regras sobre alianças
Próximo artigo Q4 AO VIVO: Verstappen fica com a pole no Bahrein; Leclerc e Russell no top 3

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil