Fórmula 1 Lançamento Ferrari

F1: Leclerc elogia nova Ferrari após demonstração; saiba como equipe não ‘desperdiçou’ dia de filmagem

Piloto monegasco ganhou na moeda o direito de ser o primeiro a guiar SF-23, em ação ao vivo durante lançamento

Ferrari SF-23

Charles Leclerc disse que suas primeiras impressões do novo carro de Fórmula 1 da Ferrari, o SF-23, são encorajadoras depois que ele completou uma curta demonstração na pista de testes de Fiorano nesta terça-feira.

Momentos depois que o novo carro da Ferrari foi revelado em Maranello, Leclerc entrou no circuito para completar duas voltas.

Leia também:

Correndo ao vivo para as câmeras, Leclerc teve poucos problemas para acelerar enquanto explorava brevemente o potencial do novo carro e parecia otimista depois.

"É uma sensação boa", disse Leclerc. "Quero dizer, os primeiros quilômetros com este novo projeto depois de fazer tantos quilômetros no simulador, parece especial. Então tudo correu bem.

"Obviamente, com duas voltas é difícil entrar em detalhes, mas já dei meu feedback uma vez que estava no carro para os engenheiros obterem a primeira sensação. O carro estava funcionando bem, suave, então sim, tudo correu muito bem."

Leclerc ganhou o direito de correr primeiro no SF-23 depois que o chefe da equipe, Fred Vasseur, jogou uma moeda ao ar entre o monegasco e o companheiro de equipe Carlos Sainz.

O acordo era que quem guiasse o carro primeiro faria duas voltas, enquanto o segundo piloto faria três voltas no total.

Esse limite estrito de corrida era para garantir que a Ferrari cumprisse totalmente as restrições de teste da F1.

Em vez de optar por usar um dos dois valiosos dias de filmagem de 100 km que a equipe tem à sua disposição para o lançamento, a Ferrari conseguiu rodar o carro sob o que é classificado como regras de 'eventos de demonstração'.

Ferrari SF-23

Ferrari SF-23

Photo by: Ferrari

Isso significava que, desde que a equipe não ultrapassasse 15 quilômetros de corrida em seu carro atual, sua alocação de dias de filmagem permaneceria intacta.

Com a volta de Fiorano tendo 2,997 quilômetros de extensão, as cinco voltas entre os dois pilotos garantiriam que a Ferrari pudesse completar a primeira corrida sem ultrapassar o limite do evento de demonstração.

Vasseur estava presente para o primeiro lançamento da equipe Ferrari, pois estava claro que só ficaria satisfeito este ano com o sucesso.

Questionado sobre as primeiras semanas no comando da seleção, ele disse: "Até agora, é intenso, como você pode imaginar. Você pode sentir a responsabilidade pela equipe, [mas] é uma grande honra.

"No final das contas, acho que o mais importante é ter sucesso. Teremos que entregar, e não quero ficar muito feliz porque estou na Ferrari. O mais importante é vencer e o desafio está à nossa frente."

McLaren-RBR? E a Honda? Carro nasce INCOMPLETO, Alpine VAZA, Aston agressiva e a Williams da F1 2023

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast: com 'boom' de montadoras, F1 vive melhor fase da história? 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Piastri revela conselho de Webber para não subestimar F1
Próximo artigo F1: Ferrari admite “pequenos ajustes” na parte estratégica para 2023

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil