F1: Leclerc não quer depender de ordens de equipe para lutar pelo título

Monegasco acredita que Sainz se recuperará e entrará na disputa pelo título logo

F1: Leclerc não quer depender de ordens de equipe para lutar pelo título
Carregar reprodutor de áudio

Charles Leclerc afirmou que não quer depender de ordens de equipe da Ferrari para ajudar em sua luta pelo título da Fórmula 1, apesar da Red Bull ter deixado suas intenções "claras".

O monegasco perdeu a liderança do Mundial após o abandono na Espanha, enquanto Max Verstappen venceu a terceira consecutiva. 

Leia também:

No último GP, Sergio Pérez foi orientado duas vezes pela Red Bull a abrir caminho para o holandês, com a segunda nas voltas finais, enquanto o atual campeão vinha com pneus mais novos. O mexicano disse pelo rádio que era "injusto" entregar a posição, mas reconheceu posteriormente que os dois estavam fazendo corridas diferentes devido às estratégias.

Isso reabriu o debate sobre ordens de equipe na F1 e se ambas as equipes lutando pelo campeonato precisam focar seus esforços em cima de um piloto logo, evitando perder terreno na luta pelo título.

Leclerc não se sentiu confortável com a perspectiva da Ferrari usar ordens de equipe, dizendo que ele "definitivamente não seria o responsável por esse tipo de decisão", e espera que sua campanha pelo título não dependa de ordens de equipe envolvendo Carlos Sainz.

"A Red Bull deixou claras suas intenções, e fizeram isso cedo no ano", disse Leclerc "Mas, sobre nós, não sei. Não falei sobre isso com Mattia [Binotto, chefe da Ferrari] ainda, e não ouvi nada sobre isso".

"Mas, novamente, acho que para Carlos é apenas uma questão de tempo até que ele se aproxime, fique mais confortável com o carro. Mas não quero depender disso. Quero fazer meu trabalho com o carro. E se formos fortes o suficiente, já mostramos que somos capazes de vencer corridas".

"Se fizermos um trabalho bom suficiente, tenho certeza de que as chances existirão de qualquer jeito".

Carlos Sainz, Ferrari F1-75, Pierre Gasly, AlphaTauri AT03, Fernando Alonso, Alpine A522

Carlos Sainz, Ferrari F1-75, Pierre Gasly, AlphaTauri AT03, Fernando Alonso, Alpine A522

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Do outro lado do box da Ferrari, Sainz vem sofrendo para igualar o ritmo de Leclerc. O espanhol abandonou na Austrália e em Ímola, terminando apenas em quarto na Espanha devido a problemas na primeira volta. Ele está 39 pontos atrás do monegasco no Mundial.

Mas Leclerc não se preocupa com o ritmo de Sainz e o apoio que ele pode ter na luta pelo título, acreditando que o espanhol pode se recuperar rapidamente.

"Ele é um piloto muito forte. Ele vem sofrendo um pouco mais para se adaptar ao carro, enquanto ele se encaixa um pouco mais no meu estilo. Mas tenho certeza que Carlos estará na luta logo. No final, depende de fim fazer o trabalho e colocar a Ferrari no topo de qualquer jeito".

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #179: O que Hamilton e Russell podem conseguir com melhora da Mercedes?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: FIA estende isenção de uso de joias para pilotos até o fim de junho
Artigo anterior

F1: FIA estende isenção de uso de joias para pilotos até o fim de junho

Próximo artigo

F1 AO VIVO: Leclerc lidera 1-2 da Ferrari em Mônaco; Verstappen é 4º, Pérez 3º e Hamilton perde para Russell | SEXTA-LIVRE

F1 AO VIVO: Leclerc lidera 1-2 da Ferrari em Mônaco; Verstappen é 4º, Pérez 3º e Hamilton perde para Russell | SEXTA-LIVRE