F1: Marko diz que Tsunoda é “filho problemático” para o grupo

Consultor da Red Bull declarou que psicólogo foi contratado para que japonês saiba lidar com suas emoções, que, segundo dirigente, afetam suas performances

F1: Marko diz que Tsunoda é “filho problemático” para o grupo
Carregar reprodutor de áudio

Yuki Tsunoda sofreu em sua temporada de estreia na Fórmula 1, mas viu a Red Bull investindo nele, tomando algumas decisões para o aprimoramento do piloto – uma dessas ações foi realocar o japonês para morar em Faenza, próximo da fábrica da AlphaTauri.

Embora Tsunoda mostrou alguma evolução em seu segundo ano na categoria, mesmo com a equipe tendo dificuldades em manter o ritmo no meio do pelotão, piloto continua com seu estilo agressivo nas disputas e vocabulário no rádio.

O editor recomenda:

No último final de semana, no GP da Grã-Bretanha, Tsunoda perdeu a compostura após colisão com Pierre Gasly, seu companheiro de equipe, mas ele foi considerado o culpado com a penalização em tempo e pontos na carteira. Posteriormente, admitiu culpa no lance, mas o resultado do contato foi um abandono de Gasly e o 14º lugar para o japonês.

Esse duelo, curiosamente, afetou Max Verstappen, que acabou tendo danos no carro por conta da uma carenagem do carro de Tsunoda. O holandês sofreu para terminar na sétima colocação.

Falando à Servus TV, o consultor da Red Bull, Helmut Marko, revelou que a marca contratou um psicólogo para ajudar Tsunoda a controlar seu “filho problemático”, que é o temperamento intempestivo, que, de acordo com o dirigente, afeta sua performance.

“Nós temos psicólogo trabalhando com ele, pois continua a discursar nas curvas, o que inibe seu desempenho”, declarou.

Yuki Tsunoda, AlphaTauri AT03, rientra ai box con dopo i danni alla partenza

Yuki Tsunoda, AlphaTauri AT03, rientra ai box con dopo i danni alla partenza

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

Marko acredita que Tsunoda pode aprender com Verstappen, que continua áspero no rádio, mas não deixa suas emoções afetar sua tocada. “Devemos manter nossas emoções sob controle. Graças a Deus, Max é calmo. Nosso filho problemático no que diz respeito a isso, e não somente a essa questão, é o Tsunoda. Ele explode no rádio, você não sabe o quanto”, disse.

Tsunoda disse que o incidente foi discutido internamente, então ambos os pilotos agora podem avançar para a segunda parte do campeonato. "Estou feliz que possamos voltar a correr depois de apenas alguns dias para deixar a corrida de Silverstone para trás", comentou o japonês.

"Eu não pude fazer nada sobre a colisão após a largada e depois, infelizmente, tive o incidente com Pierre. Discutimos isso como uma equipe e agora seguimos em frente", completou.

Vale destacar que nos últimos anos os pilotos de F1 estiveram engajados e abertos a divulgar sobre os benefícios de consultar psicólogos esportivos e treinadores mentais, com George Russell, da Mercedes, e Lando Norris, da McLaren, sendo particularmente francos sobre os desafios de saúde mental do esporte.

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #185 - Ainda há quem resista ao halo após mais duas vidas salvas?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
TELEMETRIA: Rico Penteado analisa erro da Ferrari, ascensão de Hamilton e projeta Áustria
Artigo anterior

TELEMETRIA: Rico Penteado analisa erro da Ferrari, ascensão de Hamilton e projeta Áustria

Próximo artigo

F1: Ferrari liga sinal de alerta ao ver Mercedes somar mais pontos desde GP da Espanha; veja números

F1: Ferrari liga sinal de alerta ao ver Mercedes somar mais pontos desde GP da Espanha; veja números