F1: Mercedes admite problemas com novas regras para limitar porpoising

Equipe não descarta novas dificuldades para se encaixar nos limites da FIA nos próximos GPs e disse ter corrido risco em Baku

F1: Mercedes admite problemas com novas regras para limitar porpoising
Carregar reprodutor de áudio

A Mercedes admitiu que teria entrado em conflito com as novas regras da Fórmula 1 para o porpoising caso eles estivessem em vigor já no GP do Azerbaijão. A FIA interveio para tentar minimizar os saltos dos carros depois que os pilotos expressaram preocupação com as implicações de segurança de serem 'espancados' nos cockpits.

Como parte de seus esforços, o corpo diretivo deve introduzir uma Métrica de Oscilação Aerodinâmica (AOM) no GP da França que limitará as forças verticais com as quais o carro pode operar.

Leia também:

As equipes podem correr o risco de serem excluídas de um evento se quebrarem consistentemente o limite, mas terão uma margem extra nesta temporada enquanto se ajustam às restrições.

Apesar das escuderias estarem confiantes de que seus carros não precisarão de nenhuma modificação para cumprir a nova métrica daqui para frente, a Mercedes confessou que a análise dos GPs recentes mostra que teria quebrado a métrica na recente corrida de Baku.

Foi lá que George Russell expressou suas preocupações à FIA sobre as implicações de segurança pelo porpoising que os pilotos enfrentaram, e Lewis Hamilton saiu mancando de seu carro no final da corrida devido ao castigo que suas costas sofreram com os saltos.

George Russell, Mercedes W13

George Russell, Mercedes W13

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

O diretor técnico da equipe alemã, Mike Elliott, disse que o último projeto de diretiva técnica (TD) emitido nesta semana continua sendo um trabalho em andamento, pois há muito a ser feito.

"Pelo que ouvimos da FIA, acho que é algo que eles terão que trabalhar, construir e descobrir como funcionar pragmaticamente", disse ele antes do fim de semana do GP da Grã-Bretanha. "Voltando algumas corridas usando essa métrica, Baku é uma que não teríamos passado."

"Será interessante ver como é aplicado e como é usado ao longo da temporada, porque nenhum de nós quer o porpoising. Não estamos tentando 'evoluir' para essa posição."

Elliott disse que uma das incertezas que ele tinha sobre a imposição do limite seria o que aconteceria se as equipes lutassem para ficar abaixo do mesmo: "A questão é: se você está excedendo a métrica, você pode realmente corrigi-la durante um fim de semana de corrida?"

"Acho que nenhum de nós quer ver carros sem peças e outros jogados fora por não serem capazes de lidar com esses problemas. Creio que o tempo dirá se essa métrica pode ser feita da maneira certa ou se pode levar as coisas sem acabar prejudicando o show. Veremos o que acontece. Tenho certeza de que a FIA está ciente disso."

Enquanto o evento do Azerbaijão desencadeou o porpoising mais extremo da temporada até agora, graças à superfície irregular da pista, Elliott acha que pode haver problemas pela frente em Hungaroring.

"Certamente, nos últimos circuitos, vimos muitos saltos, acho que é porque eles eram bem irregulares e os carros estavam muito rígidos", relembrou. "Quando você olha para Budapeste, pode ser um desafio para as equipes pelo mesmo motivo."

"Ao mesmo tempo, todos estamos superando nossos problemas. Estamos entendendo essas questões e desenvolvendo os carros. Então, espero que possamos nos afastar disso", concluiu.

Piquet deve ser BANIDO do paddock e SE DESCULPA a Hamilton, MAS COM RESSALVA: Últimas da treta na F1

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #184 - Felipe Kieling, da Band, revela como foi substituir Mariana Becker na cobertura da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

compartilhar
comentários
F1: Verstappen volta a mostrar força e lidera TL3 em Silverstone
Artigo anterior

F1: Verstappen volta a mostrar força e lidera TL3 em Silverstone

Próximo artigo

Piquet é denunciado ao Ministério Público do DF após falas sobre Hamilton em entrevista

Piquet é denunciado ao Ministério Público do DF após falas sobre Hamilton em entrevista