F1: Mercedes protesta contra vitória de Verstappen por procedimento com safety car

Equipe alemã entrou com recurso baseado em dois artigos do regulamento que contradizem o procedimento de relargada utilizado pela direção do GP de Abu Dhabi

F1: Mercedes protesta contra vitória de Verstappen por procedimento com safety car
Carregar reprodutor de áudio

A Mercedes apresentou um protesto à FIA sobre a polêmica decisão do título de Fórmula 1 no domingo, em Abu Dhabi, sobre o reinício tardio do safety car. Lewis Hamilton perdeu para Max Verstappen na luta pelo campeonato de pilotos depois de ser ultrapassado na última volta após um reinício tardio do diretor de corrida Michael Masi.

O safety car foi acionado após um acidente de Nicholas Latifi, e os comissários disseram inicialmente que os retardatários não estavam autorizados a ultrapassar o safety car, deixando cinco carros entre Hamilton e Verstappen. No entanto, Masi instruiu-os a passar o carro de segurança, deixando os rivais lado a lado na última volta que decidiu o campeonato.

Leia também:

O procedimento levou a Mercedes a apresentar dois protestos junto à FIA sobre o reinício e o resultado em Abu Dhabi. Este foi apresentado dentro do intervalo de tempo exigido de 30 minutos após a corrida.

A equipe acrescentou que "não fará mais comentários sobre os detalhes até que a audiência seja realizada".

Um protesto envolve o Artigo 48.8 dos regulamentos esportivos, que diz "nenhum piloto pode ultrapassar outro carro na pista, incluindo o safety car, até que ele passe a linha (ver Artigo 5.3) pela primeira vez após o safety car ter retornado aos boxes."

Verstappen pareceu ficar ao lado de Hamilton, se aproximando na Curva 12, durante a volta 57, antes do reinício na 58.

O segundo protesto é baseado no Artigo 48.12, que diz que "quaisquer carros que tenham sido ultrapassados ​​pelo líder serão obrigados a ultrapassar os carros na volta inicial e no safety car".

O controle da corrida deu a ordem para cinco retardatários - Lando Norris, Fernando Alonso, Esteban Ocon, Charles Leclerc e Sebastian Vettel - para passar o carro de segurança antes do reinício, mas Daniel Ricciardo, Lance Stroll e Mick Schumacher não receberam a mesma ordem.

Questionado sobre o que pensa sobre o protesto da Mercedes na conferência de imprensa após a corrida, Verstappen disse que "não tinha muito a dizer sobre isso" e que "resume um pouco a temporada".

F1 AO VIVO: VERSTAPPEN PASSA HAMILTON NO FIM E É CAMPEÃO NA ABU DHABI; VEJA DEBATE DA FINAL DE 2021

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #151: Hamilton x Verstappen é a maior decisão da história da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Hamilton sobre parte final da temporada: demos absolutamente tudo
Artigo anterior

F1 - Hamilton sobre parte final da temporada: demos absolutamente tudo

Próximo artigo

Após triunfo em Abu Dhabi, Verstappen se torna o quarto campeão mais jovem da F1; veja lista

Após triunfo em Abu Dhabi, Verstappen se torna o quarto campeão mais jovem da F1; veja lista
Carregar comentários