F1: Mercedes vai mudar "quase todos os componentes" para o W15 em 2024

Equipe admite risco de errar novamente, mas vai para o tudo ou nada

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Steve Etherington / Motorsport Images

Após uma temporada difícil em 2023 na Fórmula 1, mesmo com o vice-campeonato, a Mercedes vai começar 2024 do zero, anunciando que vai mudar quase todos os componentes do carro do próximo ano em busca de um retorno às vitórias.

A Mercedes percebeu cedo no ano que havia tomado uma decisão errada com a plataforma aerodinâmica do carro e, apesar de ter feito grandes mudanças a partir do GP de Mônaco, não foi suficiente para voltar à ponta.

Leia também:

Há algum tempo a equipe vem deixando claro que vai seguir uma nova direção de design em 2024, mas Toto Wolff revelou que a escala do trabalho é maior do que muitos esperam.

"Estamos mudando o conceito", disse. "Estamos nos mudando completamente em termos de chassi, distribuição de peso, fluxo de ar. Acho que, literalmente, quase todos os componentes estão sendo mudados, porque apenas com isso acho que teremos uma chance".

"Podemos errar também. Então, entre não ganhar tudo que esperamos, alcançar [a Red Bull] e dar um grande passo e competir na frente, tudo é possível".

Questionado se o clima na Mercedes é de otimismo ou ceticismo, Wolff disse: "Na minha vida, nunca me senti otimista sobre nada".

Lewis Hamilton, Mercedes W14, Sergio Perez, Red Bull Racing RB19

Photo by: Red Bull Content Pool

Lewis Hamilton, Mercedes W14, Sergio Perez, Red Bull Racing RB19

"Pode parecer algo triste, mas isso sempre me protegeu em termos de gerenciar minhas expectativas. Porque nunca é bom suficiente. É por isso que sento aqui com uma sensação amarga. Conquistamos o P2 no Mundial, mas perdemos o P1".

Enquanto a Mercedes conseguiu comemorar o vice-campeonato de construtores em Abu Dhabi, Wolff diz que ficam emoções mistas sobre a temporada.

"Acho que precisamos aceitar o golpe, sermos humildes quanto a isso e considerar um bom dia. Mesmo assim, temos um Everest para escalar para alcançarmos a Red Bull. Não tenho dúvidas de que a McLaren estará na briga ano que vem, talvez a Aston Martin, talvez outros".

"Não podemos deixar pedra sobre pedra, que é o que estamos fazendo em Brixworth [sede de motores] e Brackley [sede da equipe]. E por mais que seja duro ser lembrado que somos apenas P2, é também uma grande oportunidade de dar a volta por cima e mirar para o céu".

Veja DEBATE sobre o GP de Abu Dhabi, que encerrou a F1 2023

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate se GP de Las Vegas de fato teve sucesso

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Sainz lidera sessão matinal dos testes da pós-temporada; Drugovich é o melhor entre novatos
Próximo artigo Ocon lidera teste de pós-temporada da F1 em Abu Dhabi; Drugovich é 12º e Fittipaldi 19º

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil