F1: Novo carro da Red Bull não teria passado em teste de colisão da FIA

Área frontal do RB18 teria sido reprovada, mas falha não seria um drama para equipe austríaca

F1: Novo carro da Red Bull não teria passado em teste de colisão da FIA
Carregar reprodutor de áudio

Enquanto o resto das equipes de ponta (Mercedes, McLaren F1 e Ferrari) já revelaram as datas de apresentação de seus novos carros para a temporada 2022 da Fórmula 1, só sabemos do carro da Red Bull que se chamará RB18.

A edição italiana do Motorsport.com apurou que a Red Bull falhou no teste de colisão obrigatório da FIA com seu novo carro. Um pequeno revés para a equipe de Adrian Newey, embora esteja longe de ser um drama.

Leia também:

De fato, de Milton Keynes vazaram que o Red Bull RB18, pelo menos no simulador, já atingiu o desempenho do campeão mundial RB16B com Max Verstappen.

Os novos regulamentos técnicos da Fórmula 1 2022 exigem uma revisão quase completa dos carros em relação às temporadas anteriores. O objetivo é, ao mesmo tempo, dar um novo visual futurista aos monopostos, simplificar as estruturas aerodinâmicas e gerar parte da aderência através do efeito solo, favorecer o espetáculo e permitir que os pilotos se acompanhem de perto sem perder desempenho.

Embora as regras técnicas tenham muitas limitações, as equipes ficaram com uma folha de papel em branco, e a Red Bull é famosa por encontrar o que os outros nem imaginam.

Até que os testes de pré-temporada cheguem no final de fevereiro, as equipes continuam afinando seus projetos, e após a fabricação, vem a fase de passar pelos testes de colisão impostos pela FIA para sua homologação e uso na pista.

A peça que não teria passado no teste seria o nariz do Red Bull RB18, na estrutura deformável que é a primeira a entrar em contato com um objeto ou obstáculo em caso de colisão frontal, e que não teria cumprido os critérios estabelecidos. Os testes foram realizados no Cranfield Impact Centre, na Grã-Bretanha, centro especializado no assunto e homologado pela FIA.

A equipe liderada por Newey é especialista em encontrar soluções extremas e no limite do regulamento, mas esse problema exigiria apenas um simples reforço da peça e não um redesenho completo.

Na verdade, não é a primeira temporada que a Red Bull falha no primeiro teste de impacto frontal.

O Red Bull RB18 é um dos mais intrigantes, já que Verstappen defenderá o título com ele e tecnicamente sempre se espera o melhor de seus carros. Rumores sugerem que a equipe teria optado por um monoposto com a distância máxima entre eixos (3.600 mm), no estilo Mercedes, já que o regulamento de 2022 convidaria a alongar a parte traseira.

SERGIO MAURICIO defende Masi, sem “PASSAR PANO”, e “ADORA” POLARIZAÇÃO entre Hamilton e Verstappen

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

 

Podcast #159 – O que esperar da temporada 2022 da F1?

 
 

 

 

compartilhar
comentários
ANÁLISE: O que realmente esperar dos novos carros da F1 em 2022
Artigo anterior

ANÁLISE: O que realmente esperar dos novos carros da F1 em 2022

Próximo artigo

F1: Rivais minimizam impacto de combustível de 2022, diz Honda

F1: Rivais minimizam impacto de combustível de 2022, diz Honda