F1: Pérez acredita que brigará pelo título em 2022 com novas regras

Mexicano não descarta estar entre os ponteiros do próximo campeonato com regulamento modificado e adaptação na Red Bull

F1: Pérez acredita que brigará pelo título em 2022 com novas regras
Carregar reprodutor de áudio

A cinco corridas do final da temporada da Fórmula 1 de 2021, Sergio Pérez quer fechar com pódios e também já pensa em 2022, ano chave para seu futuro como piloto. Quando o mexicano chegou à Red Bull, pediu um período de adaptação ao RB16B, mas apesar disso não descartou a briga pelo título quando, pela primeira vez em sua carreira, tem um carro competitivo.

No entanto, conforme o calendário avançava, seu companheiro de equipe Max Verstappen e Lewis Hamilton decolaram na classificação; Isso somado a uma sequência de derrotas no meio do campeonato rebaixou-o para o quarto lugar no mundial, atrás de Valtteri Bottas.

Leia também:

Agora, Pérez almeja o terceiro lugar na tabela depois de dois pódios consecutivos na Turquia e nos Estados Unidos, embora já tenha os olhos postos em 2022, ano que considera como crucial para o seu futuro na categoria e em que pensa ter maiores oportunidades com a introdução do novo regulamento técnico. Também será o momento de definir um novo contrato com a Red Bull ou procurar outras oportunidades.

"Para mim, a próxima temporada será chave na minha carreira porque mudamos as regras e começamos do zero, isso será importante porque já estou adaptado ao time", disse 'Checo' em entrevista coletiva na Cidade do México. "Será decisiva para o que acontecer nos próximos anos. É importante ter um bom começo e plena motivação. É aqui que espero fazer uma diferença."

Podio: tercer lugar Sergio Pérez, Red Bull Racing

Podio: tercer lugar Sergio Pérez, Red Bull Racing

Photo by: Steven Tee / Motorsport Images

Questionado pelo Motorsport.com em um segundo evento com a empresa de roupas Puma sobre como seria sua posição na equipe e as aspirações de ser um candidato em 2022 se Verstappen for campeão em 2021, Pérez não acredita que, caso o holandês vença, será um número um 'inalcançável'.

"Acho que na próxima temporada todos começaremos do zero e poderemos ser competitivos desde o início", reiterou o piloto.

Na verdade, Pérez vê a possibilidade de somar um pódio no México por ter um dos carros mais competitivos e eficazes no Hermanos Rodríguez. Seu melhor resultado na corrida local foram dois sétimos lugares em 2017 e 2019.

"Seria um orgulho poder realizar um dos meus sonhos desde a minha infância (vencer no México)", disse Sergio. "Esta é uma oportunidade real que depende de mim e da minha equipe Nos outros anos dependeu de outros fatores. É uma opção muito real e motivação é 100%."

F1 2021: RED BULL se dando bem no MÉXICO e BRASIL? Entenda por que ALTITUDE ajuda time de Verstappen

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #142 – Verstappen e Hamilton vão bater como Senna e Prost?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Entenda por que motor faz Ferrari ver GP do México com otimismo
Artigo anterior

F1: Entenda por que motor faz Ferrari ver GP do México com otimismo

Próximo artigo

TELEMETRIA: O que Mercedes e Hamilton precisam fazer para reverter favoritismo da Red Bull no México?

TELEMETRIA: O que Mercedes e Hamilton precisam fazer para reverter favoritismo da Red Bull no México?
Carregar comentários