F1: Piastri desmente Alpine e diz que não substituirá Alonso em 2023

Manifestação do jovem piloto australiano indica que ele vai substituir o compatriota Daniel Ricciardo na McLaren; entenda

F1: Piastri desmente Alpine e diz que não substituirá Alonso em 2023
Carregar reprodutor de áudio

Piloto reserva da Alpine na temporada 2022 da Fórmula 1, o australiano Oscar Piastri desmentiu anúncio da equipe que o colocava como titular ao lado do francês Esteban Ocon em 2023 e afirmou, na tarde desta terça-feira, que não pilotará pela escuderia francesa no próximo ano.

 

"Eu soube que, sem o meu acordo, a Alpine F1 divulgou um comunicado de imprensa segundo o qual eu estarei pilotando para eles no próximo ano. Isso está errado e não assinei contrato com a Alpine para 2023. Não vou pilotar pela Alpine no próximo ano", disse Oscar.

O editor recomenda:

Piastri foi anunciado como substituto do espanhol Fernando Alonso, que vai para a Aston Martin na vaga do futuro aposentado Sebastian Vettel, na manhã desta terça pela Alpine, mas o comunicado do time azul não tinha uma fala do piloto australiano (veja abaixo).

 

Por isso, especulou-se que o anúncio da Alpine foi feito sem a anuência de Piastri, que negocia sua ida para a McLaren como potencial substituto do compatriota Daniel Ricciardo em 2023. Com a manifestação de Oscar, o indício é de que ele realmente vai para o time de Woking.

Como toda a confusão começou

O anúncio chocante de que Alonso havia assinado um contrato plurianual com a Aston Martin para o próximo campeonato agitou o mercado de pilotos de F1 enquanto a categoria entra em suas férias de verão europeu.

O chefe da Alpine, Otmar Szafanauer, disse a um seleto grupo de mídia – incluindo o Motorsport.com – que a equipe só soube da decisão de Alonso quando o comunicado de imprensa foi divulgado, na manhã brasileira desta segunda-feira.

Tendo em vista que, antes do anúncio de que o alemão Vettel se aposentaria no fim de 2022, Alonso negociava uma renovação com a Alpine, o empresário de Piastri, Mark Webber (australiano ex-F1), conversava com a McLaren por um assento titular para seu cliente.

A vaga deixada para Piastri seria justamente a de Ricciardo, cujo futuro na McLaren é incerto há algum tempo devido ao seu desempenho abaixo do esperado no carro este ano, apesar de o veterano ter um acordo para 2023 -- segundo a McLaren, há cláusulas rescisórias. 

De todo modo, após a confirmação de Alonso pela Aston, a Alpine tentou se blindar dizendo que tinha salvaguardas contratuais para promover Piastri em 2023, segundo Szafnauer. Pouco depois, veio o anúncio da equipe francesa, sem nenhuma fala de Oscar.

A 'omissão' do australiano no comunicado, na visão de analistas do mercado, podia ser interpretada como uma forma de a Alpine deixar claro para as equipes rivais que judicializaria a questão caso outra escuderia tentasse contratar o jovem de 21 anos.

Na sequência, veio a manifestação de Piastri. A McLaren ainda não fez nenhum comentário sobre o assunto, enquanto a Alpine também não comentou a declaração de Piastri. O Motorsport.com segue apurando o caso.

De todo modo, ao que tudo indica, Piastri tem algum acordo com a McLaren e o caso deve ser judicializado pela Alpine, que alega ter salvaguardas com relação ao australiano, para o qual havia prometido 5000 km com F1s antigos do time, dois treinos livres e uma vaga de titular em 2023.

Na ótica do grupo francês, as cláusulas foram cumpridas, de modo que Piastri seguirá como empregado em 2023. Para Oscar e Webber, porém, para se tornar piloto titular da Alpine em 2023, o jovem teria de assinar outro contrato. A ver os próximos capítulos.

Programa do Motorsport.com repercute GP da Hungria de F1 e Alonso na Aston Martin

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #187 – Marko está certo ao colocar Verstappen como “a maior história de sucesso da Red Bull”?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Alpine confirma Piastri ao lado de Ocon para temporada 2023
Artigo anterior

F1: Alpine confirma Piastri ao lado de Ocon para temporada 2023

Próximo artigo

F1: Alpine reitera que conta com Piastri para 2023 após piloto negar que correrá pela equipe

F1: Alpine reitera que conta com Piastri para 2023 após piloto negar que correrá pela equipe