F1: Alpine reitera que conta com Piastri para 2023 após piloto negar que correrá pela equipe

A questão pode ser judicializada e decidida pelo Painel de Reconhecimentos Contratuais, composto por advogados independentes que devem checar os documentos

F1: Alpine reitera que conta com Piastri para 2023 após piloto negar que correrá pela equipe
Carregar reprodutor de áudio

Após anunciar nesta terça-feira que Oscar Piastri será seu titular na temporada 2023 da Fórmula 1, a Alpine viu o australiano negar que correrá pela equipe, mas o time francês reiterou que confia legalmente na sua situação contratual com o jovem e que conta com ele para o próximo ano.

O editor recomenda:

Nos bastidores, a escuderia azul endossou sua posição nesta quarta-feira depois de o piloto de 21 anos veementemente dizer que não correrá pela Alpine em 2023. O atual reserva é a esperança da equipe para substituir o espanhol Fernando Alonso, que vai para a Aston Martin.

"Eu soube que, sem o meu aval, a Alpine comunicou nesta terça-feira que correrei pela equipe no ano que vem. Isso é errado e eu não tenho um contrato com a Alpine para 2023. Não correrei pela equipe no ano que vem", afirmou Piastri nas redes sociais.

Entende-se que a manifestação do piloto se deve ao fato de que ele e seu empresário, o ex-F1 australiano Mark Webber, já acordaram um pré-contrato com a McLaren para 2023, em que Piastri substituiria o compatriota Daniel Ricciardo.

Além disso, sabe-se que o contrato de Piastri com a Alpine pressupõe 5000 km do australiano com F1s antigos da equipe, além da participação em treinos livres em 2022 e da garantia de um assento titular em 2023. A questão agora é a data de expiração do vínculo -- alguns especulam 31 de julho.

Oscar Piastri, Alpine

Oscar Piastri, Alpine

Photo by: Alpine

Portanto, o ponto chave neste momento é se tal contrato 'expirou' -- o australiano ainda não correu nenhum treino livre em 2022 e Alonso só anunciou que substituiria o futuramente aposentado Sebastian Vettel, da Alemanha, na Aston Martin nesta segunda-feira, dia 1º de agosto. A informação relativa ao espanhol é importante, uma vez que o bicampeão mundial não informara a Alpine da negociação com a rival e que o time francês soube da movimentação através da imprensa.

Por isso, é possível que a Alpine tenha falhado em duas frentes, tanto com Alonso quanto com Piastri. Nesta ponta, o staff do australiano, que era especulado como potencial piloto da Williams em 2023 mediante empréstimo, tentou viabilizar a ida para McLaren, já que apostava no 'fico' de Nando.

De todo modo, a questão entre Piastri e Alpine pode ser judicializada e decidida pelo Painel de Reconhecimentos Contratuais da F1. O órgão é composto por advogados independentes deve checar os documentos e determinar quem detém os direitos 'sobre' Piastri para 2023.

Programa do Motorsport.com repercute GP da Hungria de F1 e Alonso na Aston Martin

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #187 – Marko está certo ao colocar Verstappen como “a maior história de sucesso da Red Bull”?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Piastri desmente Alpine e diz que não substituirá Alonso em 2023
Artigo anterior

F1: Piastri desmente Alpine e diz que não substituirá Alonso em 2023

Próximo artigo

F1 - Alpine: não há problemas em contratar Ricciardo novamente

F1 - Alpine: não há problemas em contratar Ricciardo novamente