F1: Pirelli revela escolhas de pneus para 2021; Brasil terá gama mais macia que a de 2019

Enquanto o GP em Interlagos de 2019 recebeu os compostos mais duros, desta vez a Pirelli apostou na gama intermediária

F1: Pirelli revela escolhas de pneus para 2021; Brasil terá gama mais macia que a de 2019

A Pirelli mudou a sua abordagem para 2021 e divulgou nesta sexta (19) as escolhas de pneus para toda a temporada da Fórmula 1. Até o ano passado, a empresa italiana divulgava quais compostos seriam usados nos finais de semana em lotes. Mesmo assim, a lista apresenta poucas diferenças em relação aos anos anteriores.

Mario Isola, chefe de operações da Pirelli para a F1 disse: "Anunciar todas as seleções do ano agora ajudará as equipes e os pilotos com o planejamento, permitindo também uma flexibilidade máxima caso o calendário necessite de mais modificações devido às restrições da Covid-19, como vimos no ano passado".

Leia também:

Apesar dos pneus sempre terem uma denominação de macio, médio e duro, eles variam em uma gama que vai do C1, o mais duro, até o C5, o mais macio. Então em uma pista que demanda menos do pneu a Pirelli acaba selecionando os modelos que se encaixam melhor. Em Mônaco, por exemplo, o C5 vira o composto macio do final de semana, o C4 o médio e o C3 o duro.

Para 2021, os compostos estão alinhados com o que víamos no passado, apesar de que gamas mais macias passarão a ser usadas no Azerbaijão e no Brasil.

"As seleções são similares às que vimos no ano passado (ou em 2019 no caso de provas que não aconteceram em 2020), o que significa que as equipes possuem dados suficientes para se apoiar - mas temos duas corridas em que optamos pelas escolhas mais macias".

"A primeira é o Azerbaijão, onde nosso C2, que era o duro, não foi usado na última vez, então vamos com a gama mais macia: C3, C4 e C5".

"E temos o Brasil, onde levaremos o C2, o C3 e o C4 em neste ano, já que o C1 usado em 2019 como pneu duro não mostrou vantagens grandes em termos de desgaste em comparação com o médio. Em ambos os casos, a escolha por pneus mais macios podem levar a uma variedade maior de estratégias".

Com a F1 mantendo a utilização de protocolos contra a Covid-19, a temporada deste ano usará novamente a mesma regra de que os pilotos receberão a mesma alocação de pneus a cada GP.

Anteriormente, as equipes podiam escolher a seleção variada de pneus para cada piloto, dependendo do quão agressivos ou conservadores eles gostariam de ser. Assim como no ano passado, cada piloto terá dois conjuntos de duros, três de médios e oito de macios.

Apesar da seleção já ter sido divulgada, o regulamento permite que sejam feitas mudanças em caráter extraordinário até 15 dias antes do GP.

Pirelli 2021 tyre compound choices

Pirelli 2021 tyre compound choices

Photo by: Pirelli

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

F1: Saiba TUDO que envolve os LANÇAMENTOS dos CARROS da TEMPORADA 2021

PODCAST - Como congelamento de motores impacta mercado da F1?

 

compartilhar
comentários
F1: AlphaTauri quer 2021 sem erros para buscar liderança do pelotão do meio

Artigo anterior

F1: AlphaTauri quer 2021 sem erros para buscar liderança do pelotão do meio

Próximo artigo

ANÁLISE: Como a F1 pode fazer a rotação do calendário funcionar?

ANÁLISE: Como a F1 pode fazer a rotação do calendário funcionar?
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Jonathan Noble