F1: Polêmico chefe da Haas diz não se importar com Drive to Survive

Nova temporada da série que mostra os bastidores da Fórmula 1 foi lançada nesta sexta-feira

F1: Polêmico chefe da Haas diz não se importar com Drive to Survive

O chefe da Haas Gunther Steiner disse que não tem problemas com a forma como foi representado em Drive to Survive, série da Netflix que mostra os bastidores da Fórmula 1. A terceira temporada do documentário foi lançada na sexta-feira (19).

Drive to Survive tem sido um sucesso desde que foi exibido pela primeira vez em 2019, ajudando a trazer muitos fãs para a categoria máxima do automobilismo com um acesso incomparável aos bastidores.

Leia também:

Steiner se tornou o favorito dos fãs nas duas primeiras temporadas da série, principalmente por seu comportamento e interações com os pilotos da Haas.

O chefe de equipe é mais uma vez uma peça-chave da terceira temporada, que foi lançada pela Netflix nesta sexta-feira (19). O acidente do ex-piloto de F1 Romain Grosjean no GP do Bahrein no ano passado foi um grande enredo, tomando foco de um episódio inteiro.

Steiner ainda não assistiu a nenhuma das três temporadas de Drive to Survive, mas disse que não teve problemas com a forma como a Netflix entregou suas histórias, dizendo que é trabalho dos cineastas tornar os eventos o mais dramático possível.

"Conhecemos os cineastas, eles obtêm o melhor que podem - isso é muito claro", disse o chefe da Haas ao Motorsport.com.

"Não sei o quanto foi exagerado e não estou com aqueles que criticam. Não sei como eles administraram as coisas. É por isso que não tenho muita opinião sobre."

“Sabe-se que os cineastas sempre tentam tirar o melhor proveito disso, para que os espectadores gostem de assistir."

"Contanto que as histórias contadas ali não estejam completamente erradas. Não ouvi isso, na verdade. Talvez um pouco sensacionalista, mas por outro lado não acho que muita coisa mudou, pelo menos é assim que eu entendo."

Devido às restrições da Covid-19 até 2020, a equipe de filmagem da série foi obrigada a se incorporar à equipes específicas durante os finais de semana de corrida, aproximando-as de seus temas.

Steiner disse que a interação com o pessoal da Netflix foi tão perfeita que ele frequentemente se esquecia que estavam filmando.

“Me parece que este ano é um pouco diferente. Às vezes você tem um microfone acima de você e nem percebe. Mas, por outro lado, você sabe exatamente quando eles estão filmando e quando não estão."

"A única coisa que eles às vezes fazem é obter um microfone para que tenham um áudio melhor. Mas você sabe exatamente o que eles estão fazendo - não há nenhuma surpresa nisso."

"Eles se comportam de uma maneira que você nem percebe depois de um tempo. Eles se tornam parte da sua vida cotidiana. É por isso que não há realmente nenhum problema. São todos super legais. Eles apenas fazem o seu trabalho", concluiu. 

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

F1: Já assistimos Drive to Survive 3; confira os erros e acertos da Netflix para temporada

PODCAST: Mercedes pode ter reinado derrubado após dificuldades vistas na pré-temporada?

 

compartilhar
comentários
F1: Entenda por que Mercedes é uma variável maluca em 2021

Artigo anterior

F1: Entenda por que Mercedes é uma variável maluca em 2021

Próximo artigo

F1: Tarso Marques revela drama por causa do coronavírus; entenda

F1: Tarso Marques revela drama por causa do coronavírus; entenda
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Haas F1 Team
Autor Luke Smith