F1: Presidente da FIA quer menos GPs e responde às críticas das equipes sobre Andretti

Se depender de Mohammed Ben Sulayem, teremos mais equipes e menos corridas no futuro. Além disso, ele responde ao fato de a entrada de Andretti ainda não estar certa, apesar da autorização da FIA

Max Verstappen, Red Bull Racing leads at the start

Red Bull Content Pool

Na semana passada foi anunciado que o registro da Andretti Global foi aprovado pela FIA para ingressar no grid como a 11ª equipe de Fórmula 1. Porém, a formação americana também precisa de autorização das atuais 10 equipes, o que deve ser mais difícil. Eles não veem o valor agregado da Andretti.

O registro foi, portanto, encaminhado à Liberty Media e à Formula One Management (FOM).

Leia também:

“É difícil dizer não a uma equipe que tem a aprovação da FIA”, disse Mohammed Ben Suyalem, presidente da Federação Internacional de Automobilismo, à Reuters. Quando questionado se acha que Andretti vai ‘ganhar’, ele responde: “Chame-me de otimista, o que sou, mas acho que sim”.

Ele observou que o preço das ações da Liberty Media disparou depois que foi anunciado que a FIA havia aprovado a Andretti.

"A FIA deve implorar aos fabricantes de automóveis que participem. Não devemos dizer não imediatamente." Se dependesse de Ben Sulayem, a F1 se expandiria para 12 equipes no futuro.

"Esse é o meu sonho. Espero que haja um fabricante de automóveis americano com motor próprio e um piloto daquele país. Depois, gostaria de pedir à China que faça o mesmo."

Um registro na F1 custa atualmente cerca de 200 milhões de dólares. Como a competição tem medo de receber menos porque o prêmio em dinheiro tem que ser dividido com uma equipe adicional, eles gostariam que esse valor aumentasse para 600 milhões de dólares.

“Você não pode forçar a Andretti ou a General Motors a assumir uma equipe existente simplesmente porque os proprietários querem vendê-la”, continuou Ben Sulayem.

"Não vou citar nomes, mas eles estavam atrás de mim para convencer a GM a fazer isso. Esse não é meu trabalho. Não foi para isso que fui eleito. Não sou um agente. As regras dizem que podemos ter 12 equipes. Alguns disseram que seria muito movimentado, mas será mesmo? Já temos uma equipe de Hollywood conosco”, referindo-se às gravações do novo filme sobre F1.

O dirigente de 61 anos acrescentou que acredita que deveria haver mais equipes e menos corridas. Nesta temporada, a F1 organiza 22 GPs devido ao cancelamento do GP da Emilia-Romagna. No próximo ano haverá um número recorde de 24, porque a China regressa e a corrida em Ímola decorrerá normalmente.

"Acho que há muitas corridas. As equipes veem isso como uma espécie de torta, cada uma com seu pedaço. Entendo suas preocupações, mas nossas preocupações são diferentes."

O presidente da FIA ressaltou que a Andretti também pode participar sem acordo comercial, mas será que a F1 deveria querer isso? Ele mesmo espera que isso não aconteça. Além disso, também existem rumores de que há uma luta pelo poder entre a F1 e a FIA.

"Não somos prestadores de serviços. Somos donos do campeonato. Nós alugamos e somos os proprietários. Isso deve ser respeitado. Nunca foi minha intenção constranger ou encurralar a Liberty Media ou a FOM. Estou aqui pelo esporte", concluiu.

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #250 – Andretti é aprovada pela FIA para F1. E agora?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Lance Stroll é investigado pela FIA por 'chilique' e empurrão em membro da Aston Martin após quali no Catar
Próximo artigo Podcast #251 – Calor, zebras, pneus, tretas: qual maior fiasco do GP do Catar?

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil