F1: Red Bull teria protestado contra a Mercedes na Austrália; entenda

Equipe austríaca estava pronta para questionar sistema de direção da hexacampeã de construtores

F1: Red Bull teria protestado contra a Mercedes na Austrália; entenda

A Red Bull estava pronta para protestar contra a Mercedes no GP da Austrália de Fórmula 1 se a equipe germânica tivesse rodado com seu sistema de Direção de Eixo Duplo (DED), apurou o Motorsport.com.

Leia também:

Com a Mercedes provocando alvoroço nos testes de pré-temporada, quando lançou o conceito que altera a cambagem das rodas dianteiras com os pilotos empurrando e puxando o volante, os rivais ficaram pensando se aceitavam ou não o dispositivo como sendo algo que segue as regras.

Mas enquanto algumas equipes admitiram que a Mercedes havia explorado as regulamentações de maneira inteligente, fontes disseram que a Red Bull continua convencida de que o DED está fora dos regulamentos. Entenda o sistema no vídeo abaixo:

E a postura do time do grupo austríaco de energéticos era tal que, se Mercedes rodasse com o dispositivo em uma sessão de treinos, a equipe comandada por Helmut Marko e Christian Horner teria apresentado um protesto junto à FIA.

Entretanto, não está claro qual por qual regra específica a Red Bull teria desafiado o design do DED. Anteriormente, a Mercedes já havia sido informada pela FIA de que, na opinião do órgão, o sistema cumpre os regulamentos.

No entanto, a legalidade final de um carro só pode ser verificada corretamente pelos organizadores de uma corrida em um GP - algo que teria sido descoberto se o GP da Austrália chegasse ao ponto de ter atividades de pista.

Piloto finlandês da Mercedes, Valtteri Bottas havia dito antes do evento de Melborne que a equipe estava preparada para administrar o DED e teria que considerar a ameaça potencial de protestos rivais.

"Ficaríamos felizes em rodá-lo, mas cabe à equipe calcular o possível risco de ele ser retirado. Mas sim, gostaríamos de mantê-lo", afirmou o companheiro do britânico Lewis Hamilton, hexacampeão da F1.

GALERIA: Relembre todos os carros da Mercedes na história da F1

1954: Mercedes-Benz W 196 R
1954: Mercedes-Benz W 196 R
1/17

Foto de: Daimler AG

1954: Mercedes-Benz W 196 R
1954: Mercedes-Benz W 196 R
2/17

Foto de: Daimler AG

1955: Mercedes-Benz W 196 R
1955: Mercedes-Benz W 196 R
3/17

Foto de: Daimler AG

2010: Mercedes MGP W01
2010: Mercedes MGP W01
4/17

Foto de: XPB Images

2011: Mercedes MGP W02
2011: Mercedes MGP W02
5/17

Foto de: XPB Images

2012: Mercedes F1 W03
2012: Mercedes F1 W03
6/17

Foto de: XPB Images

2013: Mercedes F1 W04
2013: Mercedes F1 W04
7/17

Foto de: XPB Images

2014: Mercedes F1 W05 Hybrid
2014: Mercedes F1 W05 Hybrid
8/17

Foto de: XPB Images

2015: Mercedes F1 W06 Hybrid
2015: Mercedes F1 W06 Hybrid
9/17

Foto de: XPB Images

2016: Mercedes F1 W07 Hybrid
2016: Mercedes F1 W07 Hybrid
10/17

Foto de: XPB Images

2017: Mercedes F1 W08 Hybrid
2017: Mercedes F1 W08 Hybrid
11/17

Foto de: Mercedes AMG

2018: Mercedes AMG F1 W09 EQ Power+
2018: Mercedes AMG F1 W09 EQ Power+
12/17

Foto de: Steve Etherington / Motorsport Images

2019: Mercedes AMG W10
2019: Mercedes AMG W10
13/17

Foto de: Steve Etherington / Motorsport Images

2020: Mercedes AMG F1 W11
2020: Mercedes AMG F1 W11
14/17

Foto de: Mercedes AMG

2020: Mercedes AMG F1 W11
2020: Mercedes AMG F1 W11
15/17

Foto de: Mercedes AMG

2020: Mercedes AMG F1 W11
2020: Mercedes AMG F1 W11
16/17

Foto de: Mercedes AMG

2020: Mercedes AMG F1 W11
2020: Mercedes AMG F1 W11
17/17

Foto de: Mercedes AMG

compartilhar
comentários
Coronavírus iguala tragédia e supera guerra como fator que mais impactou uma temporada de F1
Artigo anterior

Coronavírus iguala tragédia e supera guerra como fator que mais impactou uma temporada de F1

Próximo artigo

Funcionário da Pirelli testa positivo para coronavírus na Austrália

Funcionário da Pirelli testa positivo para coronavírus na Austrália
Carregar comentários