F1: Russell diz que intervenção da FIA sobre porpoising é paliativa

Competidor da Mercedes, que também preside associação de pilotos, comentou diretrizes implantadas pela entidade antes do GP do Canadá

F1: Russell diz que intervenção da FIA sobre porpoising é paliativa
Carregar reprodutor de áudio

Durante a coletiva de imprensa antes dos treinos no GP do Canadá de Fórmula 1, George Russell afirmou que nova diretriz da FIA em relação aos carros de 2022 está mais para um “esparadrapo”, como uma medida paliativa, do que uma maneira definitiva de resolver o problema.

Leia também:

Sobre o movimento da FIA, o piloto da Mercedes admitiu que “é bom vê-los agindo imediatamente”.

Presidente da Associação de Pilotos (GPDA), Russell destacou: "Precisamos esperar e ver os resultados da coleta de dados da FIA. Acho que mesmo para as equipes que sofrem menos, ainda é algo incrivelmente agressivo e acidentado. A FIA tem todo o acesso a todas as cargas de aceleração vertical pelas quais estamos passando e está muito além do que você esperaria ser seguro.” O piloto ainda acrescentou que "mais conversas são definitivamente necessárias para avançar e para onde vamos a partir daqui."

Desde os testes de pré-temporada, os novos carros da F1 sofrem com o efeito solo. Algumas equipes conseguiram encontrar soluções que minimizam o impacto do porpoising, como é o caso da Red Bull. Mas, outros times acabaram tendo mais problemas com os ‘quiques’”, como é o caso da Mercedes. Em circuitos de rua, como Mônaco e Baku, a trepidação ficou mais evidente.

Em Montreal, a FIA optou por coletar dados para estudar o que pode ser feito para reduzir os riscos dos saltos na saúde dos pilotos. Apesar da entidade intervir no debate, buscando soluções para o problema, Russell ressaltou que "o que foi antecipado neste fim de semana" é " mais um emplastro do que a solução".

TELEMETRIA: Rico Penteado analisa GP do Canadá, Ferrari e 'quicadas'

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual maior adversário ao bi de Verstappen: Pérez, Leclerc ou confiabilidade da Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

compartilhar
comentários
F1: Gasly acredita que mudanças para a diminuição do porpoising terão impacto “mínimo” na competitividade
Artigo anterior

F1: Gasly acredita que mudanças para a diminuição do porpoising terão impacto “mínimo” na competitividade

Próximo artigo

F1: Spa procura alternativas para impressionar Liberty e permanecer no calendário

F1: Spa procura alternativas para impressionar Liberty e permanecer no calendário