F1: Sainz feliz por vitória da McLaren em Monza, apesar de rivalidade no campeonato

Equipe britânica ultrapassou Ferrari no mundial de construtores e pegou vantagem pelo terceiro lugar

F1: Sainz feliz por vitória da McLaren em Monza, apesar de rivalidade no campeonato

Carlos Sainz disse estar feliz em ver sua antiga equipe McLaren encerrar sua sequência sem vitórias no GP da Itália de Fórmula 1, apesar do resultado ter sido um grande golpe para a Ferrari no campeonato. O espanhol passou dois anos na equipe britânica antes de decidir se mudar para Maranello, com Daniel Ricciardo vindo da Renault para ocupar seu lugar.

O piloto, que marcou dois pódios para o antigo time e chegou perto de vencer a corrida de Monza no ano passado, atrás do surpreendente Pierre Gasly, disse que estava feliz em ver o australiano dar a sua ex-escuderia o primeiro triunfo em nove anos depois de ter "passado por momentos muito difíceis" durante o período de seca na última década.

Leia também:

"Eles tiveram ainda mais ritmo do que no ano passado [em Monza]", disse Sainz. "Acho que na última temporada tivemos um bom desempenho, mas não tanto como apresentaram em 2021. Acho que eles conseguiram fazer um fim de semana sólido. Por isso, os parabenizo."

"É uma equipe que, como sabem, tenho muito apreço. E, de alguma forma, ficarei feliz pelos meus ex-engenheiros e as pessoas com quem trabalhei. Eles têm se esforçado muito e passaram por momentos muito difíceis. É bom ver algo histórico como uma vitória da McLaren novamente."

Ao mesmo tempo, os massivos 45 pontos da rival - pela dobradinha com Lando Norris - é um grande golpe para Sainz e Ferrari, que lutam pelo terceiro lugar no campeonato de construtores.

A McLaren tinha dificuldades desde a pausa de agosto e viu a escuderia italiana abrir vantagem, mas voltou depois do fim de semana dos sonhos em Monza e agora está 13,5 pontos à frente antes das oito corridas finais do ano.

"Infelizmente, eles estão na batalha conosco e é o pior resultado possível que poderíamos ter para o P3 do mundial de construtores", admitiu o espanhol. "No entanto, ainda estamos ao seu alcance. Aproveitaram as suas oportunidades e parabéns a eles. Vamos tentar voltar na Rússia."

Saiba como F1 na BAND vem AMEAÇANDO GLOBO e quais GPs de MAIOR e MENOR audiência em 2021

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Caótico GP da Itália acirra ainda mais rivalidade Hamilton x Verstappen na F1

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: 23 GPs, com Interlagos em novembro, e sem choque com Copa do Mundo; veja possível calendário de 2022
Artigo anterior

F1: 23 GPs, com Interlagos em novembro, e sem choque com Copa do Mundo; veja possível calendário de 2022

Próximo artigo

Prost diz que "abandona a F1" se categoria introduzir grid invertido

Prost diz que "abandona a F1" se categoria introduzir grid invertido
Carregar comentários