F1: Sainz relata 'mudança' na Ferrari após perseguição a Verstappen no Canadá

O espanhol teve dificuldades de adaptação com o F1-75, mas, depois de uma performance sólida em Montreal, ele se diz mais confortável

F1: Sainz relata 'mudança' na Ferrari após perseguição a Verstappen no Canadá
Carregar reprodutor de áudio

Os abandonos na Arábia Saudita, Ímola e Azerbaijão atrasaram ainda mais a adaptação do espanhol Carlos Sainz ao carro da Ferrari construído com base nas novas regras de 2022 da Fórmula 1, pois limitaram seu tempo no carro. 

No domingo, durante o GP do Canadá, no entanto, Sainz foi o piloto mais rápido na pista, perseguindo o vencedor Max Verstappen até a bandeirada. 

O editor recomenda:

Embora Sainz ficou desapontado por perder para o campeão mundial da Red Bull, enquanto sua espera por uma primeira vitória na F1 continua, ele disse que o fim de semana de Montreal foi um passo à frente para ele, pois se sente mais à vontade para levar a F1-75 ao limite, afirmando que "não deixou um centímetro nas barreiras" enquanto tentava encontrar uma maneira de ultrapassar Verstappen. 

Quando perguntado no domingo se ele agora se sente capaz de desafiar Verstappen e Leclerc regularmente, Sainz disse: "Bem, espero que sim, mas como disse algumas corridas atrás, quero pensar um pouco mais corrida por corrida, não pensar muito sobre o campeonato ou qualquer coisa assim”. 

“Eu realmente quero me concentrar em chegar a uma pista e ver se consigo uma boa janela de desempenho e conforto dentro do carro. Acho que fiz isso neste fim de semana, desde o Treino Livre 1, eu estava muito rápido, tanto em ritmo de classificação quanto de corrida”. 

“Na corrida eu estava a todo vapor sem medo de perder o carro, como fiz, por exemplo, em Barcelona”. 

"Alguns progressos estão sendo feitos; nós mudamos algumas coisas no carro para tentar torná-lo um pouco mais da forma que eu gosto, e eles parecem estar funcionando”. 

“Mas, ao mesmo tempo, acho que preciso de mais tipos diferentes de curvas e pistas para ver se isso se confirma”, disse Sainz.

Carlos Sainz, Ferrari F1-75

Carlos Sainz, Ferrari F1-75

O chefe da equipe da Ferrari, Mattia Binotto, acredita que Sainz mostrou que agora pode ser um candidato a vitórias e disse que era importante para Sainz mostrar que a equipe pode contar com ele enquanto luta contra a Red Bull pelo título de construtores. 

“Foi uma corrida muito boa e acho que corrida a corrida ele está ganhando confiança, melhorando sua pilotagem e sendo cada vez mais rápido e ele está feliz, está mais relaxado”, falou Binotto. 

Binotto destacou a classificação como uma área para Sainz melhorar, já que se classificou atrás de Verstappen e Fernando Alonso, da Alpine, na segunda fila. Exceto em Montreal, onde Leclerc sofreu uma penalidade no grid, Sainz foi derrotado por seu companheiro de equipe em todas as sessões de classificação até agora nesta temporada.

BASTIDORES no Canadá tiveram XILIQUE “TEATRAL”, ACUSAÇÕES e polícia com CÃES FAREJADORES na RBR

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #183 - O que Alonso poderia fazer hoje em carro de ponta da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: McLaren tem de melhorar após erro que custou caro para Norris
Artigo anterior

F1: McLaren tem de melhorar após erro que custou caro para Norris

Próximo artigo

F1 - Villeneuve questiona nível de Leclerc: "É como Verstappen?"

F1 - Villeneuve questiona nível de Leclerc: "É como Verstappen?"