F1: Sainz sente que Ferrari "definitivamente não está tão rápida quanto em Mônaco"

Piloto espanhol terminou em terceiro nas duas sessões de treinos na sexta-feira em Baku

F1: Sainz sente que Ferrari "definitivamente não está tão rápida quanto em Mônaco"

Carlos Sainz acredita que a Ferrari “definitivamente não está tão rápida quanto em Mônaco”, apesar de terminar em terceiro nas duas sessões de treinos desta sexta-feira (04) para o GP do Azerbaijão de Fórmula 1.

A Scuderia apresentou uma surpreendente melhora no desempenho durante o fim de semana de corrida em Mônaco, permitindo que Charles Leclerc conseguisse a pole position.

Leia também:

No entanto, os danos causados ​​por uma batida no final da classificação impediram Leclerc de largar no domingo, mas Sainz conseguiu terminar na segunda posição, registrando seu primeiro pódio junto à equipe de Maranello.

Os dois pilotos da Ferrari foram rápidos em minimizar as chances do time continuar apresentando boa performance quando chegasse a Baku, acreditando que as seções de alta velocidade diminuiriam sua vantagem.

Mas os treinos de sexta-feira viram o espanhol terminar em terceiro no TL1 e no TL2, enquanto o monegasco foi capaz de terminar em quarto na segunda sessão, apesar de ter atingido a barreira na curva 15.

Sainz reconheceu que a Scuderia foi “definitivamente um pouco mais rápida do que esperávamos” em Baku, mas sentiu que a equipe não foi tão rápida quanto no fim de semana de Mônaco.

“A longo prazo, não vimos claramente o ritmo. Provavelmente amanhã será um indicador melhor, mas definitivamente não somos tão rápidos quanto em Mônaco, com certeza.”

“Eu acho que a Red Bull é mais rápida no curto e no longo prazo, e nós só precisamos abaixar a cabeça e pensar se podemos encontrar um pouco mais de tempo por volta.”

Leclerc concordou com os pensamentos de Sainz de que a Ferrari havia superado suas expectativas, mas permaneceu cauteloso com a ameaça que a McLaren e a Mercedes representariam.

“Eu acho que a McLaren é muito, muito rápida, mas eles não mostraram isso por algum motivo hoje”, disse o monegasco.

“Talvez tenha sido um dia menos limpo quando comparado a nós. Eu sinto que eles ainda estão um pouco à nossa frente aqui. Teremos que esperar para ver amanhã."

“Definitivamente a Red Bull e a Mercedes, eu também não sei o que aconteceu, mas tenho certeza de que eles estarão na frente. E será basicamente uma luta com a McLaren, que é nosso principal rival, então precisamos ter certeza de que faremos tudo perfeito, porque eles estão cometendo poucos erros este ano."

“Por isso, vamos tentar maximizar o nosso potencial e, com sorte, podemos estar muito mais à frente deles na classificação.”

No entanto, o piloto da McLaren Lando Norris se mostrou menos otimista com suas chances, depois de terminar em oitavo no TL2.

“Acho que estamos muito próximos: AlphaTauri, Renault e assim por diante”, disse Norris.

“A Ferrari e a Red Bull parecem estar muito longe de nós. Então vai ser difícil. Acho que chegar ao Q3 é o principal objetivo."

“Estamos muito longe da Red Bull e da Ferrari, tanto na classificação quanto no ritmo de corrida. Esperançosamente, amanhã podemos fazer algumas melhorias e encontrar algo."

"O carro está relativamente bem. Claro, algumas coisas para tentar melhorar durante a noite. Mas estamos um pouco longe demais para fazer algo especial. Então, vamos continuar trabalhando", concluiu.

F1 2021: RED BULL segue à frente, FERRARI mostra FORÇA e Mercedes SOFRE em TLs malucos | SEXTA-LIVRE

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: TELEMETRIA: O quebra-cabeças na desafiadora Baku com Rico Penteado

 

compartilhar
comentários
F1: Bottas diz que algo está “fundamentalmente errado” com Mercedes em Baku
Artigo anterior

F1: Bottas diz que algo está “fundamentalmente errado” com Mercedes em Baku

Próximo artigo

Podcast #109 – TELEMETRIA: O quebra-cabeças na desafiadora Baku com Rico Penteado

Podcast #109 – TELEMETRIA: O quebra-cabeças na desafiadora Baku com Rico Penteado
Carregar comentários