Fórmula 1
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
22 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
36 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
64 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
71 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
85 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
99 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
106 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
120 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
127 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
141 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
155 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
183 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
190 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
204 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
211 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
225 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
239 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
246 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
260 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
274 dias

F1 só fará 3 GPs seguidos de novo se for fora da Europa

compartilhar
comentários
F1 só fará 3 GPs seguidos de novo se for fora da Europa
Por:
Traduzido por: Gabriel Lima
27 de set de 2018 13:57

Campeonato só considerará ter três corridas seguidas novamente no futuro se for para provas fora da Europa, diz Steve Nielsen, diretor esportivo

Neste ano, os GPs da França, Áustria e Inglaterra foram realizados em fins de semana consecutivos, mas a intensidade dos eventos, aliados a uma agenda de viagens assustadora, deixou as equipes descontentes com o quão cansativo foi a jornada para seu pessoal.

A F1 evitou ter três corridas seguidas em 2019, e Steve Nielsen disse que, se alguma vez sentir necessário fazer isso novamente no futuro, seria altamente improvável que fosse para eventos europeus.

Perguntado antes do GP da Rússia sobre as lições das três corridas seguidas neste ano, Nielsen explicou: "acho que o que nos ensinou é que se formos fazer três seguidas novamente - e não é algo que levaria a sério - seria certamente melhor fazer em eventos mais rápidos do que em eventos europeus”.

"Na Europa, temos grandes unidades de hospitalidade. Elas são únicas, mas construí-las e desconstruí-las consome muito tempo e é extremamente caro em termos de mão-de-obra e etc. Então, se fôssemos fazer três corridas seguidas, acho que seria melhor em provas fora da Europa."

Nielsen explicou que, embora as distâncias percorridas fora da Europa sejam maiores, na verdade elas são logisticamente mais fáceis para as equipes do que os eventos europeus.

"Embora corridas seguidas na Europa provavelmente pareçam mais simples, elas são muito mais complexas que as provas fora", disse ele.

"As corridas seguidas europeias envolvem a retirada de motorhomes, construção de motorhomes, frotas de caminhões e todo tipo de movimento. Na Europa, a F1 exige cerca de 300 caminhões articulados. Na verdade, é muito mais complexa do que uma corrida fora.”

"Com corridas fora da Europa, as distâncias são obviamente muito maiores, mas você está basicamente empacotando tudo e colocando tudo no mesmo avião.”

"A Fórmula 1 organiza o frete de todas as equipes e é um processo muito eficiente. A maneira como o equipamento se movimenta é muito mais nítida do que em uma corrida europeia.”

"Se você tivesse que escolher um padrão para o qual a F1 é melhor configurada, seria ironicamente as rotas aéreas de longa distância, porque são mais fáceis em termos de logística."

Próximo artigo
Ocon: Williams é minha única esperança de seguir na F1

Artigo anterior

Ocon: Williams é minha única esperança de seguir na F1

Próximo artigo

Ericsson: Raikkonen na Sauber em 2019 foi “má notícia”

Ericsson: Raikkonen na Sauber em 2019 foi “má notícia”
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Jonathan Noble