F1: Verstappen diz que potencial decisão de campeonato na Arábia Saudita não muda preparação para GP

Holandês pode ser campeão antecipadamente em Jeddah, apesar de chances serem remotas, mas encara o fim de semana como qualquer outro

F1: Verstappen diz que potencial decisão de campeonato na Arábia Saudita não muda preparação para GP

Max Verstappen chega ao GP da Arábia Saudita com a batalha contra Lewis Hamilton perto de seu desfecho e em um circuito que pode favorecer a Mercedes, mas se diz confiante de que o traçado inédito de Jeddah possa reservar surpresas e deixa de lado qualquer pressão pelo título da Fórmula 1.

Segundo o holandês da Red Bull, ele consegue se manter focado na disputa, mas com a cabeça pensando em outras coisas fora da categoria máxima, o que o ajuda na preparação para cada corrida. Além disso, reforçou que a briga com o heptacampeão, independente do resultado, é boa para o esporte.

Leia também:

"Como eu disse a temporada inteira, não há nenhuma mudança [na forma de encarar um potencial GP da Arábia Saudita decisivo]", disse Verstappen na coletiva de imprensa em Jeddah. "É uma nova pista. Então, primeiro de tudo, precisamos aprendê-la e ver isso no TL1. Eu só me concentro no fim de semana para tentar ser o mais competitivo possível."

"Por ser sempre muito neutro e me ocupar com outras coisas na vida, apenas me concentro e faço minhas coisas. E claro, também me preparo no simulador. Então eu acho que isso ajuda muito. Estamos muito motivados, e um traçado como esse cria oportunidades novas e diferentes para todos. Com sorte, será um fim de semana emocionante. E espero que sejamos competitivos."

Verstappen estreou muito jovem na categoria, quando tinha apenas 17 anos em 2015. Por isso, mesmo com muita experiência acumulada, é 12 mais novo que Hamilton, que já tem seus 36. No entanto, ele não vê a idade como um fator decisivo e que o aprendizado é constante em qualquer fase da vida de um piloto.

"É natural que quando você se encontra neste estágio da sua carreira, esteja mais bem preparado do que no começo, então eu acho que é apenas uma progressão comum", comentou. "Também me sinto muito melhor e mais experiente do que quando entrei na F1. Como um piloto, você sempre aprende: mesmo quando tem 30, 35 ou 40 anos."

"Não acho necessariamente que eu seja mais forte agora. Acho que o ano passado também foi muito bom. Tenho sido muito consistente e, no geral, estou muito feliz com as atuações, mas nunca 100%. Mesmo quando ganho uma corrida, sempre olho para o que poderia ter sido melhor. É assim que procuro me manter motivado."

Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, battles with Lewis Hamilton, Mercedes W12

Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, battles with Lewis Hamilton, Mercedes W12

Photo by: Charles Coates / Motorsport Images

Por fim, deixou a rivalidade com Hamilton de lado e reconheceu a importância da disputa entre os dois para o automobilismo. Afinal, a Fórmula 1 não era decidida na última corrida desde 2016. Ainda há possibilidade do holandês ser campeão antecipado na Arábia Saudita, mas depende de uma combinação de resultados improvável para a realidade deste ano.

"Lutar contra Lewis tem sido bom para o esporte", reforçou Verstappen. "É um cara jovem contra o campeão mundial dominante, múltiplo. Eu acho que é muito emocionante."

"No fim, para mim não importa se você está lutando contra alguém da mesma idade, ou campeão, você sabe que os dois são grandes pilotos. Alguns podem ter tido um pouco mais de sorte em geral para estar em um bom carro por mais tempo, mas não significa que sejam ótimos", concluiu.

F1 2021: O que Jeddah reserva para disputa de título entre Verstappen e Hamilton? | TELEMETRIA
Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #149: Frank Williams é o maior personagem da F1 fora das pistas?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Hamilton diz que oitavo título seria o mais importante da carreira, e avisa: "Nunca estive tão relaxado"
Artigo anterior

F1: Hamilton diz que oitavo título seria o mais importante da carreira, e avisa: "Nunca estive tão relaxado"

Próximo artigo

DIRETO DO PADDOCK: Horner chama Wolff de 'covardão', Hamilton detona Red Bull e Max fala de possível batida

DIRETO DO PADDOCK: Horner chama Wolff de 'covardão', Hamilton detona Red Bull e Max fala de possível batida
Carregar comentários