Fórmula 1 GP da Áustria

F1: Verstappen emite alerta para Red Bull não se 'acomodar' com aproximação de rivais

Tricampeão mundial não acha "normal" que outros times tenham dado passos maiores nas atualizações em relação ao esquadrão de Milton Keynes

Max Verstappen, Red Bull Racing

Max Verstappen, Red Bull Racing

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Max Verstappen não quer aceitar que a melhora dos rivais e a 'chegada' deles até a Red Bull na Fórmula 1 seja inevitável e nem que a equipe aceite isso como uma realidade "normal".

Leia também:

A equipe de Milton Keynes desfrutou de duas temporadas dominantes sob o atual ciclo regulatório, mas ao começar novamente com o pé da frente com seu RB20 viu a McLaren diminuir a diferença, com Mercedes e Ferrari competitivas também em circuitos adequados aos seus carros.

O engenheiro-chefe da Red Bull, Paul Monaghan, disse que os ganhos que a equipe tem obtido no desenvolvimento do RB20 têm sido cada vez menores, enquanto o chefe da equipe, Christian Horner, também sentiu que era normal que outras equipes recuperassem seu déficit ao longo do tempo.

“Se você ignorar 2023, estaremos em um ano incrível”, disse Horner. “É apenas 2023 que era um unicórnio e isso é normal. Esta é a Fórmula 1. É normal que haja grandes equipes, grandes pilotos e que haja competição. E o benefício de regulamentações estáveis ​​é que sempre convergem”.

Mas falando antes do GP da Áustria deste fim de semana, Verstappen deixou claro que não quer que a Red Bull aceite o novo normal ou fique satisfeito com o fato de ainda ter conseguido três vitórias nas últimas cinco corridas, quando não necessariamente teve o carro mais rápido.

“Em geral, todo mundo se aproximou”, disse ele. “É claro que tivemos um ano extremamente dominante no ano passado, mesmo até a última corrida. E sim, no momento é tudo um pouco mais difícil e acho que só temos que ser honestos sobre isso.”

"Poderíamos dizer: 'Sim, é normal'. Não acho que seja normal. Queremos sempre ser melhores e é por isso que menciono isso. Eu também poderia dizer: 'Sim, vencemos, então está tudo bem'. Mas é claro que não vejo as coisas dessa maneira."

"Temos que continuar trabalhando duro. Se acharmos que isso é normal, as pessoas vão nos ultrapassar."

Quando questionado sobre onde ele achava que a McLaren era mais forte agora, ele respondeu: “É claro que estamos faltando em certas coisas. A McLaren, eu sinto, apenas tem um equilíbrio melhor, uma dianteira forte, eles podem atacar bem as curvas sem superaquecer os pneus."

"E eles são realmente bons em todos os lugares. Circuitos de rua, as pistas mais rápidas. E é claro que somos um pouco menos [competitivos] nesses circuitos de rua. Nas calçadas e nos solavancos, você já tem duas coisas que realmente precisam ser trabalhadas. A dirigibilidade do carro e apenas o equilíbrio também, mas essas são coisas que não podem ser resolvidas da noite para o dia. No momento, está claro que outros deram passos maiores do que nós."

O campeão mundial diz que está pessoalmente pressionando a equipe de fábrica da Red Bull para fazer atualizações o mais rápido possível durante os meses de verão.

"Sim, com certeza. E estou muito ocupado com isso", explicou ele. “Todos os dias estou trabalhando com os engenheiros e também tento fazer com que as atualizações cheguem mais cedo, isso é normal. É claro que tenho confiança no desenvolvimento contínuo do carro em geral, mas isso terá que se concretizar nos próximos fins de semana, quando colocarmos essas atualizações no carro”.

DRUGO PODE IR À SAUBER após Lawson na RB! SAINZ e MAX DEFINEM FUTUROS, Alpine-Ferrari(?) e + pré-GP

Motorsport Business #13 – Como manter LEGADO de AYRTON SENNA com ANA SIMÕES, da Senna Brands

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast #288 – A McLaren realmente chegou? Briatore arrumará Alpine com motores Mercedes?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Verstappen contorna problema no motor e lidera o único treino livre para o GP da Áustria
Próximo artigo F1: Audi vê progressos encorajadores em atualização sobre programa de motores

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil