F1: Verstappen voa e lidera terceiro treino livre para o GP da Holanda marcado por batida de Sainz

Todas as sessões do final de semana até aqui foram interrompidas devido a acidentes ou problemas com os carros

F1: Verstappen voa e lidera terceiro treino livre para o GP da Holanda marcado por batida de Sainz

A Fórmula 1 voltou à pista de Zandvoort neste sábado, dando continuidade à programação do primeiro GP da Holanda em 36 anos. E no terceiro treino livre do fim de semana, a bandeira vermelha novamente deu o ar da graça, desta vez por conta de um acidente com Carlos Sainz, mas a liderança ficou nas mãos do favorito para o fim de semana: Max Verstappen, que entregou voltas voadoras em sua saída com pneus macios nos minutos finais.

Na sexta-feira, tivemos duas sessões de treinos livres conturbadas, devido a três bandeiras vermelhas, incluindo uma causada por Hamilton, que teve problemas de motor com sua Mercedes. No final, a Ferrari foi a mais rápida do dia, com Leclerc comandando uma dobradinha no TL2 ao marcar 01min10s902.

Leia também:

E o sábado em Zandvoort começou movimentado com a notícia do teste positivo de Kimi Raikkonen para Covid-19 e sua substituição por Robert Kubica na Alfa Romeo, além da convocação de Verstappen pelos comissários para analisar uma ultrapassagem sob bandeira vermelha, se livrando de punição posteriormente.

 

Após os 20 primeiros minutos de sessão, apenas dois pilotos não haviam marcado tempos: Bottas e Verstappen. Na frente da classificação, diversas equipes estavam misturadas. Alonso liderava com 01min11s705, seguido de Leclerc, a 0s063, com Pérez, Norris e Sainz fechando os cinco primeiros colocados enquanto Hamilton vinha em sexto, a 0s259.

Na marca de 21 minutos de TL3, a bandeira vermelha voltou a figurar em Zandvoort: Carlos Sainz perdeu o controle da Ferrari na chegada à curva três, batendo com força na barreira de proteção, quebrando asa dianteira e suspensão.

 

A sessão foi reiniciada cerca de 10 minutos depois, com 29 ainda no cronômetro e rapidamente os pilotos já voltaram à pista, buscando recuperar todo o tempo de treino perdido ao longo do fim de semana.

 

Já em suas primeiras saídas, Verstappen e Bottas pularam para a ponta. Com pneus médios, o holandês da Red Bull entregou o melhor tempo do fim de semana, com 01min10s702, enquanto o finlandês, de macios, ficou a pouco mais de meio segundo.

A dez minutos do fim, as Mercedes pularam para a ponta após suas primeiras saída com pneus macios. Bottas liderava com 01min10s179, 0s238 mais rápido que Hamilton, com Alonso em terceiro e Verstappen em quarto, no momento em que o holandês saía dos boxes pela primeira vez com os compostos vermelhos.

No final, Max Verstappen voou para mostrar sua força no fim de semana, baixando e muito o tempo de Bottas. O holandês da Red Bull terminou a sessão com 01min09s623. A dupla da Mercedes, Valtteri Bottas e Lewis Hamilton, terminaram em segundo e terceiro, mas bem distantes do rival, a 0s556 e 0s794, respectivamente. 

Sergio Pérez melhorou após uma sexta bem abaixo do esperado, terminando em quarto, mas a mais de nove décimos do companheiro de equipe. Fernando Alonso, Lando Norris, Lance Stroll, Sebastian Vettel, Charles Leclerc e Pierre Gasly completaram o top 10.

A Fórmula 1 volta à pista de Zandvoort neste sábado para a classificação, que define o grid de largada para o GP da Holanda, 13ª etapa da temporada 2021. A sessão está marcada para 10h, horário de Brasília, com transmissão pela Band e o Bandsports

E já deixe anotado aí: assim que acabar a classificação em Zandvoort tem Q4 ao vivo no canal do Motorsport.com no YouTube, com uma análise completa do grid de largada para o GP da Holanda e projeção para a corrida do domingo. Não perca!

Cla # Piloto Equipe Motor Voltas Melhor Volta Dif. Líder Dif.
1 33 Netherlands Max Verstappen Red Bull Honda 13 1'09.623    
2 77 Finland Valtteri Bottas Mercedes Mercedes 17 1'10.179 0.556 0.556
3 44 United Kingdom Lewis Hamilton Mercedes Mercedes 22 1'10.417 0.794 0.238
4 11 Mexico Sergio Perez Red Bull Honda 20 1'10.526 0.903 0.109
5 14 Spain Fernando Alonso Alpine Renault 16 1'10.670 1.047 0.144
6 4 United Kingdom Lando Norris McLaren Mercedes 19 1'10.781 1.158 0.111
7 18 Canada Lance Stroll Aston Martin Mercedes 19 1'10.842 1.219 0.061
8 5 Germany Sebastian Vettel Aston Martin Mercedes 20 1'10.872 1.249 0.030
9 16 Monaco Charles Leclerc Ferrari Ferrari 20 1'10.896 1.273 0.024
10 10 France Pierre Gasly AlphaTauri Honda 21 1'11.005 1.382 0.109
11 3 Australia Daniel Ricciardo McLaren Mercedes 19 1'11.013 1.390 0.008
12 6 Canada Nicholas Latifi Williams Mercedes 19 1'11.083 1.460 0.070
13 31 France Esteban Ocon Alpine Renault 23 1'11.180 1.557 0.097
14 63 United Kingdom George Russell Williams Mercedes 20 1'11.274 1.651 0.094
15 99 Italy Antonio Giovinazzi Alfa Romeo Ferrari 20 1'11.299 1.676 0.025
16 55 Spain Carlos Sainz Jr. Ferrari Ferrari 5 1'11.940 2.317 0.641
17 22 Japan Yuki Tsunoda AlphaTauri Honda 29 1'11.980 2.357 0.040
18 9 Russian Federation Nikita Mazepin Haas Ferrari 23 1'12.136 2.513 0.156
19 88 Poland Robert Kubica Alfa Romeo Ferrari 28 1'12.162 2.539 0.026
20 47 Germany Mick Schumacher Haas Ferrari 20 1'12.366 2.743 0.204

F1 AO VIVO: TREINOS na Holanda, Hamilton com PROBLEMAS e a volta de ALBON | SEXTA-LIVRE

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #129 - A aposentadoria de Raikkonen e tudo sobre o GP da Holanda

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Verstappen escapa de punição por ultrapassagem sob bandeira vermelha na sexta
Artigo anterior

F1: Verstappen escapa de punição por ultrapassagem sob bandeira vermelha na sexta

Próximo artigo

F1: Mercedes usará motores de menor quilometragem na Holanda após problema de Hamilton

F1: Mercedes usará motores de menor quilometragem na Holanda após problema de Hamilton
Carregar comentários