F1: Vettel define carro da Aston de 2022 como "animal completamente diferente"

Mesmo com experiência em várias eras da F1, tetracampeão diz que carro é muito diferente do que está acostumado, e diz que se diverte com o desafio

F1: Vettel define carro da Aston de 2022 como "animal completamente diferente"
Carregar reprodutor de áudio

O tetracampeão Sebastian Vettel teve bons dias durante a pré-temporada da Fórmula 1 em Barcelona, terminando a semana com o sétimo melhor tempo geral. E analisando o carro de sua equipe, a Aston Martin, o alemão o definiu como "um animal completamente diferente" dos anos anteriores, admitindo que ainda tem uma montanha a escalar para entender o novo modelo.

Vettel falou que esse desafio se estende também à sua equipe, para compreender os melhores modos de ajustar o AMR22.

Leia também:

"Sendo bem honesto, há muito para aprender. É um animal completamente diferente e que quer ser domado de forma completamente diferente. Falo isso sobre guiar o carro, mas há também as operações, em termos de ajustes. Tentamos algumas coisas. Há alguns desafios grandes, que outras equipes também enfrentam, e problemas. Então sim, precisamos de soluções".

"Ainda há muito para aprender com um carro que quer ser guiado de outra forma, e estou brincando com estilos de pilotagem, o que eu posso fazer. Igualmente estamos brincando com o carro, tentando resolver alguns problemas, desafios que surgiram, em busca de soluções. Há muito pela frente".

"Todos estão dando o seu melhor, mas ainda há uma montanha muito íngreme a superar. Não posso falar quando que veremos o pico, mas acho que é um desafio divertido e acredito que um dia encontraremos esse pico. Com sorte, antes do início do campeonato".

"De qualquer jeito, será um ano logo e provavelmente todos estão no mesmo barco em termos de aprendizagem do carro e problemas. Mas, até aqui, tudo bem".

Sebastian Vettel, Aston Martin AMR22, leaves the garage

Sebastian Vettel, Aston Martin AMR22, leaves the garage

Photo by: Zak Mauger / Motorsport Images

Vettel admitiu que há muitas coisas estranhas para ele no novo carro, mesmo com sua vasta experiência por diversas eras do esporte.

"É muito diferente. É uma posição muito diferente dentro do carro. O que você vê é diferente, porque as rodas são maiores. Você se acostuma com isso bem rápido. Mas, como eu disse, a pilotagem não é a mesma. Obviamente, as voltas não são as mesmas, então você precisa escolher suas batalhas. Mas sim, no geral, está saindo. Mas não sei dizer onde estamos agora".

"No fim do dia, espero que todos estejam mais próximos, isso é o principal. No ano passado estávamos bem longe e vários momentos não foram divertidos. Então espero que neste ano estejamos mais na luta, podendo fazer a diferença".

Vettel reconheceu que, assim como os demais, sua equipe precisa lidar com o desafio de andar com esses carros baixos. As equipes estão sofrendo com o fenômeno do porpoising, que faz com que os carros 'quiquem' na reta principal, e algumas chegaram a sofrer com danos no assoalho.

"Obviamente os carros preferem ficar mais próximos do chão, essa é uma diferença para o passado, mas vimos alguns carros quicando na reta principal. Somos um deles. Estamos no meio do aprendizado e, nesse ponto, é difícil de dizer se estamos em uma posição melhor ou pior que os demais".

F1 2022: PIETRO FITTIPALDI de volta ao grid? HAMILTON lidera e ALONSO vê carro pegar FOGO na Espanha

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #163 - Rico Penteado destrincha carros de 2022 da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
ANÁLISE - Destaques positivos, alertas e dúvidas: veja números e observações da pré-temporada da F1 2022
Artigo anterior

ANÁLISE - Destaques positivos, alertas e dúvidas: veja números e observações da pré-temporada da F1 2022

Próximo artigo

F1 - Norris: McLaren não teve pré-temporada perfeita em Barcelona

F1 - Norris: McLaren não teve pré-temporada perfeita em Barcelona