F1: Williams vence disputa nos tribunais e consegue quantia milionária de ex-patrocinador

Tribunal dos Estados Unidos decidiu a favor da equipe britânica em caso contra ROKiT, que agora deve pagar uma quantia de mais de US$ 30 milhões

George Russell, Williams FW43

A Williams não comemora uma vitória na Fórmula 1 há muitos anos, mais precisamente desde o GP da Espanha de 2012 com Pastor Maldonado. Mas nos últimos dias a equipe britânica conseguiu uma importante vitória na Justiça dos Estados Unidos contra a ROKiT, sua antiga patrocinadora.

Leia também:

A ROKIT tornou-se o principal patrocinador da Williams para a temporada de 2019 e o acordo entre ambas as partes foi estendido até 2023. O carro para a temporada de 2020 foi apresentado com as cores do parceiro, mas nunca chegou a correr em um GP, já que o início da temporada foi adiado vários meses devido à pandemia. Entretanto, a parceria foi encerrada antes do início do campeonato de 2020, em julho, que a equipe disputou com uma nova pintura no carro.

A equipa de Grove levou o caso aos tribunais britânicos para obter o valor que lhe correspondia por contrato. O Tribunal de Arbitragem Internacional de Londres decidiu a favor da equipe no ano passado, ordenando que a ROKiT pagasse vários milhões de dólares à Williams, apesar da defesa do patrocinador alegar que a Williams não havia cumprido todas as suas obrigações.

No entanto, esta quantia nunca foi paga, ao mesmo tempo que a equipa foi vendida em agosto de 2021 pela família Williams ao fundo de investimento norte-americano Dorilton Capital, tornando o caso ainda mais complexo. Por esse motivo, a equipe levou o caso aos tribunais da Califórnia em dezembro de 2021. Este último manteve a sentença de Londres e condenou a ROKiT a pagar o valor devido.

"O julgamento proferido pelo Tribunal de Arbitragem Internacional de Londres no caso Williams Grand Prix Engineering v. Rokit Marketing Inc. .

"Consequentemente, a seguinte sentença é concedida: a defesa deve pagar ao reclamante a quantia de £ 26.220.094,25, bem como um milhão de dólares por despesas incorridas neste processo."

No total, portanto, a Williams deve recuperar quase US$ 32 milhões (cerca de R$ 168 milhões) se a ROKiT cumprir o julgamento.

Binotto na Audi? Saiba de novo rumor na F1

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #206 – Saída de Binotto resolve os problemas da Ferrari?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 confirma palcos das seis sprints de 2023, incluindo Interlagos; veja o que muda
Próximo artigo F1 divulga "power ranking" final da temporada; veja quais foram os melhores pilotos de 2022

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil