F1: Wolff alfineta Horner e Binotto por se colocarem contra mudança da regra do assoalho

Chefe da Mercedes acredita que posicionamento oposto por parte da Ferrari e Red Bull é apenas "pose" por estarem brigando pelo campeonato

Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes AMG, in a press conference

Um grupo central de equipes da Fórmula 1, liderado por Ferrari e Red Bull estão infelizes com a escala de revisão que a FIA pretende fazer com as regras técnicas para o próximo ano. E do outro lado, Toto Wolff não concorda com a insatisfação dos rivais e vê toda essa reclamação como "pose".

Em particular, eles estão descontentes que uma proposta de elevação de 25 mm das bordas do piso e um levantamento da garganta do difusor os forçará a mudar a direção do desenvolvimento nos carros de 2023, algo que pode ser caro e problemático.

Leia também:

Alguns membros estão questionando se a FIA ultrapassou ou não sua autoridade ao jogar a segurança como carta em um momento em que as equipes parecem ter o assunto mais controlado.

Enquanto as equipes estão pressionando o presidente da FIA, Mohammed Ben Sulayem, para tentar encontrar uma solução, houve sugestões de que o órgão regulador do automobilismo poderia enfrentar um desafio normal, potencialmente por meio de um veto da Ferrari ou dos tribunais.

Mas Wolff, cujo time apoia a posição da FIA, acha que falar de assuntos legais é apenas um caso de postura pública e não acontecerá, pois ele sugeriu que os rivais estão apenas descontentes porque a Federação está reprimindo os truques no assoalho que estão dando a eles uma vantagem competitiva. 

"Você se pergunta, eu li na mídia que [a mudança de regra] não é relevante, não é uma grande mudança, então por que eles estão brigando por conta da legalização?" ele disse.

"Nenhuma equipe, jamais, vai ir legalmente contra a FIA. Além disso, se eles decidirem implementar algo por motivo de segurança eu estaria observando os caras. Então, acho que é apenas uma pose."

Wolff acha que, em última análise, o que as equipes querem à respeito do assunto é irrelevante, já que o mais importante é garantir que a questão de segurança envolvendo os pilotos e os saltos seja resolvida. 

"Acho que é apenas negócios como de costume", disse ele sobre a última briga. "Há uma questão característica de carros que não estamos vendo aqui, que não vimos na Áustria, nem em Silverstone, porque as pistas são as mais planas do ano. Mas não desapareceu.

Nyck de Vries, piloto reserva e de testes da Mercedes AMG, analisa dados com Toto Wolff, chefe de equipe e CEO

Nyck de Vries, piloto reserva e de testes da Mercedes AMG, analisa dados com Toto Wolff, chefe de equipe e CEO

Photo by: Steve Etherington / Motorsport Images

"Os carros são muito rígidos e saltam. E se você perguntar ao piloto, provavelmente terá uma maioria que, se perguntada sobre isso anonimamente, lhe dirá isso.

"Acho que há tanta discussão entre os pilotos e também há um resultado sobre o qual ninguém fala. Veremos aonde isso vai dar."

Perguntado pelo Motorsport.com se aceitaria um acordo, com várias equipes inclusas e felizes por aceitarem um aumento de 10mm, Wolff disse: "Penso que não é uma questão de acordo sobre regulamentos técnicos, mas sim sobre regulamentos técnicos que protegem os pilotos e, se estes carros são muito rígidos e pulam muito, então vamos fazer algo agora mesmo sobre isso.

"Claramente quando se corre na frente, só se quer ter a certeza de que nada vá mudar e quando não se corre na frente, só se quer ter a certeza de que muita coisa mude. Portanto, estes são dois espectros de posições. Vamos apenas perguntar aos pilotos."

Wolff também riu das críticas do chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, de que a Mercedes estava fazendo pressão junto a FIA para mudar as regras simplesmente para ajudar a sua fortuna competitiva.

"Acho que ele só está aborrecido lá na frente. Está tão bom para ele", disse. "Tentar trabalhar com a FIA sempre fez parte disso.

"Não sei o que ele está se referindo porque, no fim, somos todos parte do mesmo circo. Trabalhamos com as mesmas partes. Ele não está fazendo pressão? Ele senta no seu escritório, não chama por ninguém e faz suas coisas?"

VÍDEO: Leclerc? Pérez? Quem foi o pior do GP da França?

 

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #187 – Marko está certo ao colocar Verstappen como “a maior história de sucesso da Red Bull”?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Hamilton ainda tem "muita lenha para queimar" após atingir marca de 300 GPs na F1
Próximo artigo F1 - Binotto vê com otimismo chances da Ferrari em 2022: "Não há razão para não vencermos os 10 últimos GPs"

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil