F1 - Wolff: "Devemos fechar o capítulo de Spa e seguir em frente"

Chefe da Mercedes acha que teria sido difícil adiar o GP da Bélgica, encerrado precocemente por conta da chuva, e parabeniza fãs que ficaram até o final

F1 - Wolff: "Devemos fechar o capítulo de Spa e seguir em frente"

Toto Wolff diz que a Mercedes deve "dar a cara" para a decisão da Fórmula 1 de correr duas voltas e conceder metade dos pontos em Spa, depois de ver sua vantagem no campeonato diminuir. Max Verstappen, da Red Bull, foi declarado vencedor do GP da Bélgica, apesar de ter completado apenas duas voltas oficiais atrás do safety car e cumprindo o requisito mínimo para a atribuição de pontos.

O holandês anotou 12,5 pontos pela vitória, tirando cinco da liderança de Lewis Hamilton no campeonato de pilotos após o britânico classificar-se em terceiro lugar, o que significa que sua vantagem no topo caiu para três pontos. A Mercedes também perdeu terreno no mundial de construtores e ficou sete à frente da rival austríaca.

Leia também:

A decisão de correr duas voltas atrás do safety car atraiu críticas generalizadas, inclusive de Hamilton, que chamou a corrida de "farsa" e disse que era puramente por considerações comerciais - algo que o chefe da F1 Stefano Domenicali negou.

Wolff foi questionado sobre o comentário do heptacampeão sobre o "cenário financeiro" após a prova e disse que as pessoas tinham "todas as razões para ficar chateadas" com o desenrolar, mas que a equipe teve que aceitar a perda de pontos e seguir em frente.

"Metade dos pontos foram atribuídos, quando provavelmente era esperado que o tempo não melhorasse", disse ele. "É o que é. Eu acho que você precisa ir de cara a isso, fechar o capítulo e seguir em frente."

"De certa forma, devemos aplaudir muito os fãs que compareceram no evento, com chuva nos três dias, e esperaram a corrida acontecer", acrescentou.

O Motorsport.com apurou que o chefe da F1, Domenicali, vai discutir as mudanças nas regras com os chefes das equipes em um futuro próximo para evitar uma repetição de domingo.

Outras séries, como Indy e NASCAR, permitem que uma corrida seja adiada, mas a FIA disse que não havia possibilidade de isso acontecer em Spa.

Wolff disse que a categoria teve que considerar o domingo como um "dia estranho", e não tinha certeza se poderia haver algum aprendizado devido à incapacidade de controlar o clima.

"Todo mundo se esforçou para começar uma prova e por causa da chuva, isso não aconteceu", disse ele. Para talvez voltar à sua pergunta de segunda-feira, acho que tivemos muitos fãs naquele dia que voltarão aos seus trabalhos no dia.

"Teríamos tentado fazer a corrida para os torcedores locais e, portanto, isso não teria feito grande diferença para eles", concluiu.

F1 AO VIVO - FIASCO NA BÉLGICA: tudo sobre a corrida que NÃO ACONTECEU em Spa; Rico Penteado analisa

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

TELEMETRIA: Quem vai se dar bem na segunda metade da temporada de 2020 da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Após fiasco da Bélgica, conheça os 10 GPs mais curtos da história
Artigo anterior

F1: Após fiasco da Bélgica, conheça os 10 GPs mais curtos da história

Próximo artigo

CEO da Fórmula 1 diz que chuva de domingo em Spa não estava prevista

CEO da Fórmula 1 diz que chuva de domingo em Spa não estava prevista
Carregar comentários