F1: Wolff fala sobre ida de Bottas à Alfa Romeo em 2022

Chefe da Mercedes diz que finlandês fez por merecer a continuidade na equipe alemã e que seguirá fazendo parte da "família"

F1: Wolff fala sobre ida de Bottas à Alfa Romeo em 2022

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que Valtteri Bottas teria merecido permanecer na equipe, apesar de ter optado por não mantê-lo em 2022. O finlandês, que parece prestes a ser substituído por George Russell na próxima temporada, foi anunciado nesta segunda-feira (6) como piloto da Alfa Romeo na Fórmula 1 em um contrato multitemporada.

Refletindo sobre o tempo que passaram juntos, o mandatário da escuderia alemã prestou homenagem à contribuição que ele deu durante seu tempo lá - e sugeriu que havia feito o suficiente para que o time ficasse mais do que feliz em mantê-lo.

Leia também:

Todas as indicações apontam para a Mercedes ter Russell a bordo como companheiro de Lewis Hamilton no próximo ano, com um anúncio esperado antes do GP da Itália deste fim de semana.

"Não foi um processo fácil ou uma decisão direta para nós", disse Wolff. "Valtteri fez um trabalho fantástico nas últimas cinco temporadas e deu uma contribuição essencial para o nosso sucesso e crescimento."

"Junto a Lewis, ele construiu uma parceria de referência entre dois parceiros de equipe no esporte e isso tem sido uma arma valiosa em nossas batalhas pelo campeonato. Nos impulsionou a alcançar um sucesso sem precedentes."

"Ele com certeza teria merecido ficar com o time e estou satisfeito por ele ter sido capaz de escolher um desafio emocionante com a Alfa no próximo ano para continuar sua carreira no nível mais alto do esporte. Quando chegar a hora, ele irá embora com grande boa vontade de cada membro da equipe e sempre fará parte da família Mercedes."

Bottas conquistou nove vitórias e 17 poles para a escuderia desde que foi anunciado como substituto de Nico Rosberg no início de 2017. Embora ele não tenha sido capaz de propor um ataque total pelo campeonato contra Hamilton durante seu tempo na equipe, ele diz que deu tudo que podia e vai embora sem se arrepender.

"Quando olho para trás, para o tempo que passei com a Mercedes, quero poder dizer que aproveitei cada gota desta oportunidade e não deixei nada na mesa", disse Bottas. "Quero ter certeza de que terminaremos nosso tempo juntos como campeões."

"Tem sido um privilégio e um grande desafio esportivo trabalhar com Lewis, a harmonia em nosso relacionamento desempenhou um papel importante nos campeonatos de construtores que ganhamos como companheiros de equipe."

"Ainda este ano, chegará a hora de dizer adeus. Por enquanto não é isso, mas gostaria de agradecer ao Toto e à escuderia pelo respeito na forma como tomamos a decisão juntos. Estou muito satisfeito por ter escolhido o meu novo desafio com a Alfa Romeo, um fabricante empolgante e icônico, e com a oportunidade de ajudar a liderar a equipe no grid."

"Estou mais faminto do que nunca para correr por resultados e, quando chegar a hora, por vitórias. Por enquanto, minha missão é clara: ataque máximo até a última volta em Abu Dhabi", concluiu o finlandês.

F1 2021: Verstappen vence QUEDA DE BRAÇO com Hamilton em BRIGA ESTRATÉGICA na Holanda; veja debate

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: GP da Bélgica foi o maior fiasco da história da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Red Bull estava disposta a sacrificar vitória no GP da Holanda para bater Hamilton
Artigo anterior

F1: Red Bull estava disposta a sacrificar vitória no GP da Holanda para bater Hamilton

Próximo artigo

F1: Hamilton projeta relação com Russell na Mercedes caso britânico assine para 2022

F1: Hamilton projeta relação com Russell na Mercedes caso britânico assine para 2022
Carregar comentários