F1 - Wolff: halo salvou a vida de Hamilton em Monza

Piloto britânico e Verstappen colidiram enquanto lutavam por uma posição no GP da Itália

F1 - Wolff: halo salvou a vida de Hamilton em Monza

O chefe da Mercedes, Toto Wolff disse que o halo "definitivamente" salvou a vida de Lewis Hamilton em seu acidente com o rival do título da Fórmula 1 Max Verstappen em Monza no domingo.

Hamilton e Verstappen colidiram enquanto lutavam por uma posição no GP da Itália, forçando os dois pilotos a abandonarem a corrida.

Leia também:

O acidente viu o Red Bull de Verstappen parar em cima da Mercedes de Hamilton, com replays em câmera lenta mostrando uma das rodas do carro do holandês em contato com o topo do capacete do britânico. A maior parte do impacto foi direcionada ao halo no carro de Hamilton.

O heptacampeão disse depois da corrida que seu pescoço estava “um pouco dolorido” como resultado da batida que os comissários da FIA estão investigando.

Questionado se o dispositivo de segurança salvou a vida de Hamilton em Monza, o chefe da Mercedes, Wolff, disse: “Halo definitivamente salvou a vida de Lewis hoje."

“Teria sido um acidente horrível, no qual nem quero pensar, se não tivéssemos o halo.”

A colisão marcou o segundo grande acidente entre Hamilton e Verstappen nesta temporada, após o confronto na primeira volta do GP da Inglaterra, em julho.

Wolff chamou a jogada do piloto da Red Bull de "falta tática" após a corrida, mas disse que a decisão dos comissários teria que ser respeitada.

O dirigente austríaco acredita que a batalha entre os dois pilotos foi “acirrada” e “intensa”, mas que eles precisam encontrar uma maneira de competir entre si de forma limpa.

“Eles precisam encontrar uma maneira de competir entre si”, disse Wolff.

“Deixar espaço em todas as direções, [ou] haverá acidentes, se não estiver claro - e nunca é claro na verdade."

“Devemos estar atentos com interesse e esperamos não ter oito acidentes nas próximas oito corridas restantes.”

Wolff sentiu que era importante que a decisão dos comissários em Monza reprimisse as chamadas "faltas táticas" e evitasse confrontos futuros.

“Não queremos situações no futuro em que um perde a posição e a única maneira de parar a corrida ou impedir o outro de marcar é simplesmente eliminando-o”, disse o austríaco.

“Os dois precisam dar espaço um para o outro, correr um contra o outro, mas evitar acidentes."

“Porque era uma boa diversão até agora, mas vimos um halo que salvou a vida de Lewis hoje, e Max teve um grande impacto em Silverstone."

“Não queremos chegar a uma situação de intervir quando alguém realmente se machucar", concluiu.

F1 AO VIVO: Verstappen e Hamilton BATEM, RIVALIDADE se acirra e Ricciardo vence com 1-2 da McLaren

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST - Bottas: piloto que deixou a desejar ou talento 'sacrificado'?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Horner diz que acidente entre Verstappen e Hamilton foi "de corrida" e critica Wolff
Artigo anterior

F1: Horner diz que acidente entre Verstappen e Hamilton foi "de corrida" e critica Wolff

Próximo artigo

F1: Verstappen é punido em três posições de grid para GP da Rússia após batida com Hamilton

F1: Verstappen é punido em três posições de grid para GP da Rússia após batida com Hamilton
Carregar comentários