FIA decide não tomar ação adicional em relação a Vettel

Federação Internacional de Automobilismo decidiu não aplicar punição adicional a Sebastian Vettel por episódio com Lewis Hamilton no GP do Azerbaijão

FIA decide não tomar ação adicional em relação a Vettel
Sebastian Vettel, Ferrari
Sebastian Vettel, Ferrari
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
The car of Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H

Nesta segunda-feira (3), a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) decidiu não tomar nenhuma medida adicional em relação a Sebastian Vettel, que se envolveu em um incidente com Lewis Hamilton no GP do Azerbaijão.

Na reunião, além de Vettel, estava o chefe da Ferrari, Maurizio Arrivabene, Jean Todt, presidente da FIA, além de outros membros do alto escalão da federação.

Vettel, que inicialmente havia se mostrado furioso com Hamilton, acusando-o de fazer um break test, assumiu total responsabilidade pelo ocorrido. Além disso, o alemão se comprometeu a utilizar parte do tempo pessoal para educar jovens pilotos.

Tendo isso como base, a FIA então decidiu encerrar a questão e não aplicar nenhuma punição adicional ao ferrarista.

O comunicado da FIA dizia: "Tendo em vista os últimos acontecimentos, Jean Todt, presidente da FIA, decidiu que a questão deveria ser encerrada."

“Ainda assim, considerando a gravidade da infração e as potenciais consequências negativas, Jean Todt deixou claro que qualquer repetição de tal comportamento e a questão será levada para o Tribunal Internacional da FIA para investigação."

FIA “muito preocupada" com incidente

A reunião em Paris contou com um grupo da FIA formado por Todt, o vice-presidente da entidade para o esporte, Graham Stoker, o secretário geral da FIA para o esporte, Peter Bayer, além de Charlie Whiting e Laurent Meckies, diretor de prova e vice-diretor de prova, nesta ordem.

Se o grupo tivesse decidido por tomar ações adicionais em relação a Vettel, Todt teria de convocar o Tribunal Internacional da FIA para julgar o piloto.

Apesar de não ter se manifestado anteriormente, a FIA revelou no comunicado após a reunião que estava preocupada sobre o impacto que a ação de Vettel em Baku poderia ter nas categorias de base.

“A FIA segue bastante preocupada com as implicações adicionais do incidente. Primeiramente, em relação ao impacto que tal comportamento pode ter em cima dos fãs e de jovens competidores no mundo e, em segundo lugar, em relação ao dano que isso pode causar à imagem da FIA e na reputação do esporte."

Falando sobre a questão após a reunião, Todt disse: “O esporte de alto nível apresenta um ambiente intenso, no qual excessos de temperamento podem surgir."

“No entanto, é papel dos principais esportistas lidar com a pressão de maneira calma e conduzir eles mesmos de maneira a não somente respeitar o regulamento como fazer por merecer o status que possuem"

Vettel retirado de ação por segurança no trânsito

Apesar de Vettel ter se oferecido para ajudar a educar jovens pilotos, Todt removeu o germânico de qualquer campanha por segurança nas ruas até o fim do ano.

Além do pedido de desculpas à FIA, feito a portas fechadas, um pedido de desculpas público por parte de Vettel também deve acontecer.

Comunicado da Ferrari

A Ferrari divulgou um curto comunicado no site da equipe logo após o anúncio da FIA, vendo com bons olhos a decisão da entidade e o comprometimento de Vettel para ajudar a F!.

"Após a reunião entre membros da FIA e o piloto Sebastian Vettel em Paris, com o intuito de esclarecer posições sobre o incidente no GP do Azerbaijão, a Ferrari destaca o pedido de desculpa do piloto e o comprometimento pessoal em ajudar a imagem do esporte", disse o comunicado.

"A Ferrari confirma o apoio às iniciativas da FIA, compartilhando os valores e objetivos da entidade."

compartilhar
comentários
Rosberg defende Hamilton em polêmica com Vettel

Artigo anterior

Rosberg defende Hamilton em polêmica com Vettel

Próximo artigo

Stroll responde críticas de Villeneuve: “Não estou surpreso”

Stroll responde críticas de Villeneuve: “Não estou surpreso”
Carregar comentários