Fittipaldi diz que teve adaptação rápida e dia produtivo em Barcelona

compartilhar
comentários
Fittipaldi diz que teve adaptação rápida e dia produtivo em Barcelona
Por:
Co-autor: Vital Neto
14 de mai de 2019 20:31

Piloto brasileiro, que guiou pela Haas nesta terça-feira nos testes em Barcelona, relata dia proveitoso e rápida adaptação antes de cravar sétimo melhor tempo do dia

Pietro Fittipaldi, piloto de testes da Haas F1, teve sua terceira oportunidade de guiar o carro da equipe americana nesta temporada na pista de Barcelona. A equipe aproveitou para realizar testes de novos componentes e o jovem relatou como foi a experiência.

“Toda a experiência em pista é muito positiva, fiz simulação de corrida (long-runs) e voltas rápidas (short-runs), sentindo a degradação dos pneus, experimentando pela primeira vez algumas coisas também.”

“Foi um grande dia, tivemos um carro confiável e competitivo, claro são apenas testes, mas ser competitivo que é sempre uma coisa boa.”

Leia também:

Perguntado se é possível avaliar os ganhos de performance do carro após ter pilotado antes do início da temporada e após a segunda prova no Bahrein, Pietro disse ser difícil por cada teste ter ocorrido em circunstâncias diferentes.

“É difícil comparar o teste de hoje com as outras duas oportunidades, porque nos testes de pré-temporada em Barcelona a pista estava muito fria. No Bahrein o traçado é bastante diferente. O que posso dizer é que o time fez um grande progresso, como pudemos ver no treino classificatório e na corrida do último fim de semana. Avançamos.”

Questionado sobre as diferenças entre os tempos registrados no período da manhã e no período da tarde, quando anotou sua melhor marca, Pietro falou sobre sua adaptação e sobre a escolha do programa de treinos.

“Hoje testamos um monte de coisas diferentes para o futuro. Foi bom testar todos esses itens, fazendo uma mescla entre simulação de corrida e voltas rápidas. Eu já havia feito long-runs antes, mas talvez não tanto como hoje. Também tive um dia inteiro de testes, o que foi realmente bom.”

“Claro que tivemos uma evolução passo a passo, mas acho que também escolhemos um plano inadequado para começar o dia, porque fazer long-runs logo no início é bastante desgastante, mas a medida que fui ganhando fluência meu desempenho melhorou.”

“Depois fui para os short-runs que são bem mais leves. Para se acostumar com isso você tem que acelerar forte logo na primeira volta e com certeza nas suas primeiras tentativas você não consegue maximizar o desempenho. Mas ao longo do dia eu fui evoluindo no carro e ganhei confiança, o que foi muito positivo. “

A Haas trouxe vários componentes novos para os testes, mas o piloto não pode dar maiores detalhes para manter os possíveis ganhos de desempenho longe do conhecimento dos rivais

“Trouxemos vários novos componentes para testar, não posso dar detalhes (risos) mas são itens que o time queria testar e eu posso dizer que tivemos um dia bem-sucedido. O carro é muito confiável e competitivo e reunimos muitas informações o que é sempre o objetivo. Foi um teste muito bom.”

Pietro Fittipaldi, Haas VF-19

Pietro Fittipaldi, Haas VF-19

Photo by: Mark Sutton / Sutton Images

Próximo artigo
Mercedes teve “boas ideias” para melhorar carro recordista da F1

Artigo anterior

Mercedes teve “boas ideias” para melhorar carro recordista da F1

Próximo artigo

Magnussen lidera manhã de testes da F1 em Barcelona

Magnussen lidera manhã de testes da F1 em Barcelona
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Pietro Fittipaldi
Equipes Haas F1 Team
Autor Edd Straw
Seja o primeiro a receber as últimas notícias