Fórmula 1 GP da Grã-Bretanha

Fórmula 1 fecha parceria com Mission 44, ONG de Hamilton, para aumentar diversidade no esporte

Instituto criado pelo heptacampeão visa aumentar a representatividade de minorias em áreas como engenharia e tecnologia

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 Team, 3rd position, waves from the podium

A Fórmula 1 anunciou uma colaboração com a Mission 44, instituto criado em 2021 por Lewis Hamilton, com o objetivo de melhorar a representatividade, a diversidade e a inclusão no mundo do automobilismo.

No GP da Grã-Bretanha deste fim de semana, os alunos dos programas de bolsas de estudo de Engenharia de Fórmula 1 e de Engenharia Mecânica da Mission 44 serão reunidos em um evento de networking.

Leia também:

A Mission 44 se tornou a mais recente instituição de caridade a ser "oficialmente apoiada pela F1". Ambos os programas oferecem aos estudantes apoio financeiro e de carreira, cruciais e direcionados a estudantes de origens pouco representadas.

Jason Arthur, CEO da Mission 44, disse: "Quando Lewis Hamilton lançou a Mission 44 há três anos, foi com a ambição de criar um futuro mais justo e inclusivo para os jovens de todo o mundo".

"Juntamente com a F1, poderemos aumentar a conscientização e o acesso às oportunidades de carreira no automobilismo, para que os jovens, independentemente de suas origens, possam ter sucesso. A mudança requer ação coletiva e estamos entusiasmados em aumentar nossa parceria com a F1 para impulsionar a diversidade no automobilismo".

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W15

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W15

Foto de: Sam Bloxham / Motorsport Images

Ellen Jones, diretora de ESG da F1, acrescentou: "Nos últimos anos, foi um prazer apoiar a Mission 44 em seus esforços para tornar nosso esporte mais diversificado e dar a estudantes e jovens o primeiro gostinho do mundo da F1 e do automobilismo".

"Estamos ansiosos para trabalhar com a Mission 44 nessa nova função e ver quantas portas podemos abrir juntos para inspirar a próxima geração".

Escrevendo no site da Mission 44 no início deste ano, Jamie Elfenbein, Diretor de Crescimento da Mission 44, explicou como a instituição trabalhou com a F1 Academy e o GP de Miami para ajudar a apoiar a próxima geração de líderes STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) em todo o mundo.

Ele disse: "Nos últimos dois anos e meio, nossas iniciativas já atingiram 300.000 jovens em todo o Reino Unido e, até o final de 2024, nosso alcance se estenderá a Miami, Austin, Las Vegas e Brasil.

"No entanto, mesmo com a extraordinária liderança do nosso fundador - sete vezes campeão mundial de F1 - sabemos que transformar o cenário do automobilismo e promover a diversidade nos setores STEM exige ação coletiva".

Max x Lando: os DOIS ERROS CAPITAIS de Verstappen e como Max 'PERDE' após BATIDA com Norris na F1

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Verstappen x Norris: nasce uma nova guerra na Fórmula 1? Ouça debate

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Veja acima: GUSTAVO PIRES e os SEGREDOS de SP para receber F1, F-E e WEC; Indy e NASCAR vêm aí?

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: “Ele não precisa se desculpar”; Norris põe panos quentes em treta após conversa com Verstappen
Próximo artigo F1: Norris explica como McLaren reparou carro após colisão com Verstappen na Áustria

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil