Fórmula 1 GP da Grã-Bretanha

F1 - Ricciardo defende Verstappen: “Você não vai acenar para alguém passar”

Australiano disse que não viu nada de errado na maneira como holandês correu com Norris na Áustria

Max Verstappen, Red Bull Racing RB20, Lando Norris, McLaren MCL38, battle for the lead

Daniel Ricciardo defendeu Max Verstappen por sua pilotagem no GP da Áustria de Fórmula 1, pensando que a polêmica sobre seu confronto com Lando Norris foi exagerada. 

A abordagem de Verstappen às corridas tem estado sob os holofotes desde que ele recebeu uma penalidade de 10 segundos por causar uma colisão com Norris durante a luta pela liderança no Red Bull Ring no fim de semana passado. 

Leia também:

Mas embora alguns tenham dito que as ações de Verstappen, tanto na colisão quanto no movimento defensivo durante a frenagem anterior, são motivo de preocupação, Ricciardo não vê as coisas dessa forma. 

Em vez disso, o australiano, que é ex-companheiro de equipe do holandês e ficou famoso por bater com ele em Baku em 2018, acreditou que o que foi testemunhado no fim de semana passado foi simplesmente uma corrida dura, mas justa, pela vitória. 

“Presumo que eles provavelmente explodiram porque é obviamente uma batalha pela liderança e ‘uma vez amigos, agora inimigos’, provavelmente é isso que só posso imaginar”, disse ele. 

“Foi difícil, mas você também está lutando pela vitória. Então, sim, você não vai simplesmente acenar para alguém passar. 

“E acho que o contato pode acontecer provavelmente nove em cada 10 vezes sem nenhuma consequência. 

“Eles estavam indo e voltando, e talvez o ângulo estivesse um pouco estranho quando os dois entraram, e obviamente isso encerrou a corrida de Lando. 

Max Verstappen, Red Bull Racing RB14 and Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14 crash

Max Verstappen, Red Bull Racing RB14 and Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14 crash

Photo by: Sutton Images

“Mas acho que o resultado foi maior do que provavelmente o que realmente estava acontecendo. Pelo que vi, pelo menos nada parecia exagerado. Estava chegando ao limite? Provavelmente. Mas houve algo perigoso ou imprudente? Pelo menos pelo que vi, não.” 

Ricciardo provou em Baku em 2018 que não estava disposto a ceder quando se tratava de ser agressivo com Verstappen em batalhas roda a roda, mesmo que corresse o risco de um incidente. 

E ele sugeriu que se as pessoas quisessem enfrentar Verstappen, teriam que esticar os cotovelos, porque todos sabem o quão duro o holandês corre. 

“Ninguém neste esporte quer ser intimidado”, disse ele. “Você quer se defender contra todos e obviamente isso também é uma questão de sua reputação. 

“Quando as pessoas vêm até você na pista, você não quer que elas pensem, ah, esse cara vai ser fácil para mim. Então, você sempre quer ter os cotovelos estendidos até certo ponto. 

“Sabemos que Max tem isso em seu DNA desde o primeiro dia. Ele simplesmente é um piloto duro. Não é algo que ele realmente precise cavar fundo. É assim que ele corre. 

“É meio incondicional para ele que você terá uma batalha difícil. Mas sim, talvez isso não mude necessariamente a maneira como você compete com ele. Você apenas sabe que terá que fazer um movimento realmente bom e certificar-se de que funcione. 

“Acho que Lando aprendeu isso no sábado [na sprint]. Acho que ele pensou que provavelmente já tinha feito isso e Max disse, não, hoje não. Então, é como se você vivesse e aprendesse.” 

Lewis Hamilton, Mercedes W12, and Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, crash out of the race

Lewis Hamilton, Mercedes W12, and Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, crash out of the race

Photo by: Zak Mauger / Motorsport Images

Comparações com 2021 

Embora o chefe da McLaren, Andrea Stella, tenha dito que a abordagem agressiva de Verstappen nas corridas na Áustria foi uma consequência de ele ter escapado impune de polêmicas semelhantes em 2021, Ricciardo não tem tanta certeza de que seja possível comparar o que aconteceu naquela época com agora. 

“Parece que as pessoas provavelmente estão martelando um pouco o Max e parece que isso está um pouco fora de proporção”, disse ele. 

“Ele não mudou, mas acho que é assim que ele corre. Obviamente ele vive tudo na pista e é também isso que muitos fãs admiram nele. 

“Mas acho que ele amadureceu desde o início da carreira? Absolutamente. Então, sim, não é como se ele estivesse nessas posições o tempo todo.” 

Ele acrescentou: “Não acho que isso precise de qualquer abordagem real no momento. Talvez o briefing de pilotos amanhã. Ouvirei o contrário, mas não creio que o incidente que tiveram tenha sido perigoso. 

“Era uma velocidade bastante baixa e não era obviamente uma situação na curva nove aqui e na Copse em 2021. Isso obviamente teve consequências um pouco maiores. 

“Mas se isso acontecer nas próximas corridas, será como ‘nossa’. Mas não tenho certeza se uma corrida é suficiente para criar uma narrativa de, ‘ah, nada mudou’.” 

Max x Lando: os DOIS ERROS CAPITAIS de Verstappen e como Max 'PERDE' após BATIDA com Norris na F1

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Verstappen x Norris: nasce uma nova guerra na Fórmula 1? Ouça debate

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Veja acima: GUSTAVO PIRES e os SEGREDOS de SP para receber F1, F-E e WEC; Indy e NASCAR vêm aí?

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Bearman explica número escolhido para correr na F1 e revela vídeo antigo "incrível" de Hamilton
Próximo artigo F1: “Ele não precisa se desculpar”; Norris põe panos quentes em treta após conversa com Verstappen

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil