Gasly: "Espero que uma equipe cliente possa um dia disputar o título na F1"

Francês cita o equilíbrio da MotoGP, onde a Petronas/Yamaha lidera o campeonato, e espera ver o mesmo na categoria máxima do automobilismo

Gasly: "Espero que uma equipe cliente possa um dia disputar o título na F1"

Pierre Gasly, da Alpha Tauri, vencedor de um GP em 2020, disse que seria ‘incrível’ se acontecesse na Fórmula 1 o mesmo da atual temporada da MotoGP: uma equipe cliente liderar o campeonato. Caso de Fabio Quartararo, que ocupa a primeira colocação do mundial com a equipe Petronas, cliente da Yamaha.

A F1 costuma ser dominada por uma equipe, de 2014 em diante começou a era da Mercedes, que ganhou com facilidade todos os campeonatos de pilotos e construtores, com exceção de 2017 e 2018, onde houve uma pequena disputa com a Ferrari. Em 2020, mais um domínio.

Leia também:

No entanto, em 2022, a F1 implementará uma grande mudança no regulamento e também terá um teto de gastos a partir do próximo ano. O que se espera é uma maior igualdade na “hierarquia” da categoria, que tem, na atual temporada, a Mercedes no comando, seguida pela Red Bull, um grupo intermediária entre Racing Point, McLaren e Renault, seguido por Ferrari e AlphaTauri, enquanto as últimas posições são compartilhadas entre Alfa Romeo, Haas e Williams.

Gasly, que recentemente venceu o GP da Itália com a AlphaTauri em condições extraordinárias, acredita que as equipes líderes ainda estarão um passo à frente no início da nova era da F1.

“Acho que não devemos subestimar o conhecimento que todas as equipes de ponta desenvolveram nos últimos anos, todas as instalações que eles construíram, isso é algo que eles já têm, e nós não temos. Os custos serão reduzidos para igualar um pouco, (mas) acho que ainda vai demorar alguns anos. Não é um projeto de curto prazo, é de longo prazo”, disse.

Na MotoGP, a equipe Petronas Yamaha SRT lidera o campeonato de pilotos com Quartararo e também o campeonato de equipes. O time malaio somou quatro vitórias nas primeiras oito corridas da temporada.

Gasly espera que as mudanças que estão por vir na F1 permitam às equipes clientes finalmente poderem lutar em pé de igualdade com as de fábrica. A ressalva quanto à MotoGP é que Quartararo tem a mesma moto que Valentino Rossi e Maverick Viñales conduzem na equipe de fábrica da Yamaha, algo não permitido na Fórmula 1.

“Ficaria surpreendido se a partir de 2022 já víssemos as melhores equipes misturadas com as do meio de pelotão. De momento, provavelmente vai demorar um pouco mais, mas espero que possamos ver algo um pouco semelhante ao MotoGP, onde o meu bom amigo Fábio Quartararo, por exemplo, em uma equipe cliente pode lutar pelo campeonato. Acho que vai ser incrível se conseguirmos ver algo parecido na Fórmula 1 ”, completou Gasly.

Honda anuncia saída da F1 ao final da temporada 2021; veja detalhes

PODCAST: Kimi Raikkonen, 'apenas' um grande personagem ou um verdadeiro campeão?

 

compartilhar
comentários
F1: Vettel é a favor de corridas extracampeonato em carros iguais

Artigo anterior

F1: Vettel é a favor de corridas extracampeonato em carros iguais

Próximo artigo

Há 50 anos, Emerson Fittipaldi vencia primeira na F1 e colocava Brasil no mapa da categoria

Há 50 anos, Emerson Fittipaldi vencia primeira na F1 e colocava Brasil no mapa da categoria
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Federico Faturos