Haas reconhece atraso no desenvolvimento do carro de 2017

Ayao Komatsu, engenheiro-chefe da Haas, revela que time norte-americano está atrasado em relação aos objetivos traçados para o desenvolvimento do carro da próxima temporada

Haas reconhece atraso no desenvolvimento do carro de 2017
Romain Grosjean, Haas F1 Team and Jenson Button, McLaren Honda
Ayao Komatsu, Haas F1 Team Race Engineer in the FIA Press Conference
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16 and Kevin Magnussen, Renault Sport F1 Team RS16
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team
Romain Grosjean, Haas F1 Team
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team on the grid
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16

A Haas está aquém das próprias expectativas no desenvolvimento do carro da próxima temporada. Quem reconhece é Ayao Komatsu, engenheiro-chefe da equipe norte-americana - que seguiu os passos de Romain Grosjean, saindo da Lotus para a Haas.

O ano de estreia tem trazido resultados além dos esperados pelo time, que tem 29 pontos conquistados até o momento e ocupa o oitavo lugar no Mundial de Construtores.

Komatsu reconhece, entretanto, que as mudanças nas regras para 2017 representam um grande desafio para a Haas em termos da manutenção do ritmo de desenvolvimento para que a equipe se mantenha no mesmo nível das equipes já estabelecidas no grid.

Questionado pelo Motorsport.com sobre o estágio de desenvolvimento do carro para o próximo ano, o engenheiro reconheceu o atraso: "Eu não diria que está tudo dentro do prazo, estamos um pouco atrasados. Mesmo não cumprindo nossos prazos, temos progredido bem", disse.

"As mudanças no regulamento acrescentam outra dimensão ao nosso trabalho. Mesmo que as regras não mudassem, precisaríamos fazer o que estamos fazendo agora para colocar tudo no lugar para 2017", afirmou

"Os carros vão mudar bastante, o que significa que precisaremos de mais upgrades no próximo ano. Não tivemos muitas modificações no carro de 2016 - isso não foi tão ruim, pois nossa base era boa desde o começo e o regulamento já estava estabelecido há algum tempo", acrescentou.

"Mas se apresentarmos o mesmo ritmo de desenvolvimento em 2017, ficaremos para trás - as grandes equipes farão muitas atualizações, pois o regulamento é novo. Precisaremos manter o nível no próximo ano, este será um desafio e tanto. O que levamos cinco corridas para resolver neste ano, precisaremos resolver em uma prova em 2017", completou.

Entrevista por Erwin Jaeggi

compartilhar
comentários
Sauber deve contar com designer da Audi em 2017

Artigo anterior

Sauber deve contar com designer da Audi em 2017

Próximo artigo

Galeria: o jatinho privado de Lewis Hamilton

Galeria: o jatinho privado de Lewis Hamilton
Carregar comentários