Fórmula 1
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
22 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
36 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
64 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
71 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
85 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
99 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
106 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
120 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
127 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
141 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
155 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
183 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
190 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
204 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
211 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
225 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
239 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
246 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
260 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
274 dias

Hamilton diz que F1 sentiria falta de Raikkonen

compartilhar
comentários
Hamilton diz que F1 sentiria falta de Raikkonen
Por:
6 de set de 2018 10:30

Lewis Hamilton acredita que a F1 sentirá falta de Kimi Raikkonen em meio às especulações de que a Ferrari substituirá o finlandês por Chales Leclerc na próxima temporada.

Raikkonen, que fará 39 anos no mês que vem, fez a pole position para o GP da Itália, mas acabou superado por Hamilton e não conseguiu sua primeira vitória no ano.

No fim de semana em Monza houve indicações de que a nova hierarquia da Ferrari se comprometeu a honrar o desejo do falecido Sergio Marchionne em promover Leclerc da Sauber em 2019.

Além disso, há fortes especulações de que a chegada de Leclerc será oficializada nesta quinta-feira (6).

Questionado após o GP da Itália se ele sentiria falta de Raikkonen, Hamilton disse: “Acho que sempre é uma pergunta difícil se você sentirá falta de alguém. Acho que o esporte naturalmente sentiria falta dele, sim.”

“Nunca escondi que, antes de chegar à F1, quando eu jogava PlayStation, eu sempre jogava com Kimi na McLaren, imaginando que era eu.”

“Depois, lembro que o primeiro carro que pilotei na McLaren, que era com o ajuste de Kimi e com a suspensão que ele usaria.”

“Foi uma experiência incrível e foi bacana, porque acho que nosso estilo de pilotagem é meio parecido, o que fez com que eu ficasse bem confortável com o ajuste que ele usou naquela época.”

“Ele teve uma carreira incrível e é uma real honra correr contra um grande finlandês como ele.”

“Ele parece que é simplesmente frio. Ele tem muitos anos pela frente e não parece envelhecer.”

Raikkonen já largou em 284 GPs, mas não aumentou suas 20 vitórias desde que se juntou à Ferrari, em 2014.

Ele está em terceiro no campeonato, 62 pontos atrás de Sebastian Vettel, sendo que seu pódio em Monza foi seu 100º na F1.

Ross Brawn, diretor esportivo da F1, disse: “Não sei quais são os planos de Kimi em curto prazo, se ele ficará na Ferrari, ir a outra equipe ou deixar a F1.”

“Mas acho que, durante a entrevista feita pelo seu ex-parceiro Felipe Massa [no pódio em Monza], ele ficou bem emocionado ao ver o grande mar de torcedores na pista, abaixo do pódio, gritando seu nome.”

“Desde que retornei à F1, no ano passado, notei que Kimi está mais revigorado.”

“Isso pode ser visto em coisas pequenas, como ao passar mais tempo assinando autógrafos ou sorrindo par aas câmeras, que, no passado, só o deixava sisudo.”

“Neste ano, ele certamente está pilotando melhor desde que retornou à Ferrari, e talvez outra chance [de vencer] virá em breve.”

Pole sitter Kimi Raikkonen, Ferrari in parc ferme

Kimi Raikkonen, Ferrari, in parc ferme

Photo by: Jerry Andre / Sutton Images

Próximo artigo
Force India muda estratégia de classificação após erro em Monza

Artigo anterior

Force India muda estratégia de classificação após erro em Monza

Próximo artigo

Sucessos de Vettel e Verstappen inspiram Gasly na Red Bull

Sucessos de Vettel e Verstappen inspiram Gasly na Red Bull
Carregar comentários