Fórmula 1 GP do Catar

Hamilton, Verstappen e outros vão na 'contramão' de equipes e demonstram apoio a chegada da Andretti na F1

Diferentemente do que grande parte dos chefes de equipe pensam, e a própria categoria, os pilotos acreditam que seria positivo mais dois carros no grid

Sir Lewis Hamilton, Mercedes-AMG

Lewis Hamilton e Max Verstappen foram alguns dos pilotos que demonstraram apoio a potencial chegada da Andretti na Fórmula 1, dizendo que seria "ótimo" para o esporte, indo contra o pensamento da própria categoria e de muitos chefes de equipe.

Leia também:

A FIA anunciou esta semana que o projeto Andretti já passou pelas duas primeiras fases do processo de inscrição, tendo sido aprovado pelo órgão dirigente. O assunto passa agora para a F1 para uma discussão comercial, que girará em grande parte em torno do potencial impacto nas finanças das 10 equipes existentes.

Alguns pilotos têm sido cautelosos em mostrar apoio público ao projeto Andretti, apoiado pela Cadillac, dada a oposição expressa pelos atuais chefes de equipe, e até mesmo Hamilton reconheceu que suas opiniões podem não ser populares no paddock.

“Acho ótimo”, disse ele quando questionado pelo Motorsport.com sobre a perspectiva da entrada da Andretti. “Acho que na F1 sempre senti que não havia carros suficientes no grid. Definitivamente haverá pessoas que não ficarão felizes por eu apoiar tanto isso! Mas eu acho ótimo."

“É uma oportunidade para mais empregos, há mais duas vagas disponíveis para uma potencial piloto. Isso abre mais possibilidades e acho que será mais emocionante para a corrida.”

Max Verstappen também foi positivo, ao mesmo tempo que observou que as equipes têm uma visão diferente sobre o assunto em comparação com os pilotos.

“É por isso que é muito difícil comentar sobre isso, porque falo do lado dos pilotos”, disse o holandês.

“Claro que não sou dono de uma equipe, mas posso entender o lado deles. Mas tudo o que vi até agora, mais os parceiros que eles têm, e o nome, mostraram que são uma equipe profissional, então seria legal, porque dá mais oportunidades para o lado dos pilotos."

“Mas posso entender do lado das equipes que eles não querem isso. Portanto, é complicado, difícil. No final das contas, a FIA, as equipes e, claro, a FOM, têm mais informações sobre a seriedade de tudo e como tudo está bem preparado."

Fernando Alonso, que pilotou pela Andretti na Indy 500 de 2017, disse que apoiaria a opinião de sua equipe Aston Martin sobre o assunto.

“Uma grande equipe, eu conheço Michael e será obviamente um grande nome para adicionar à F1”, disse ele. “Mas há outras pessoas responsáveis por esse tipo de decisão, e primeiro a FIA, e depois a FOM e as equipes."

“Não sei exatamente o que dizer. Qualquer que seja a decisão final, tudo ficará bem. Gosto do Michael, gosto da organização. Mas também entendo outras coisas e apoiarei qualquer posição da Aston Martin, e ficarei bem com qualquer coisa.”

Valtteri Bottas não teve dúvidas em apoiar a adição de dois carros ao grid.

“Para mim está muito claro que o esporte seria melhor se houvesse mais carros”, disse o finlandês. “Lembro de ver quando era criança, quando você tem um grid maior há mais entretenimento e mais oportunidades para os jovens pilotos também."

“Então, para mim, com certeza quanto mais equipes, melhor. Tipo, acho que o limite máximo seria provavelmente, não sei, 30 ou algo assim? Mas estamos longe disso. Então para mim seria muito bem-vindo. Mas eu sei as razões pelas quais há alguma resistência."

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior DIRETO DO PADDOCK: Verstappen questionado sobre Piquet e Senna; Bortoleto é da McLaren
Próximo artigo F1: Horários e previsão do tempo para a sexta-feira de treinos livres do GP do Catar

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil