Horner diz que F1 deve evitar o equivalente a simulações de falta do futebol

Dirigente britânico acredita que é vital que a forma como as penalidades foram aplicadas na Áustria não abra a porta para os pilotos sentirem que a maneira mais fácil de derrotar os rivais agora é jogar o carro fora da pista

Horner diz que F1 deve evitar o equivalente a simulações de falta do futebol
Carregar reprodutor de áudio

O chefe da Red Bull, Christian Horner, disse que a Fórmula 1 deve evitar um cenário em que os pilotos causem incidentes deliberadamente para punir os rivais, como no futebol, quando os jogadores simulam falta dando um mergulho.

Muitos fãs e comentaristas ficaram descontentes com a forma como Lando Norris e Sergio Pérez foram punidos enquanto lutavam por uma posição no Red Bull Ring.

Leia também:

Norris foi penalizado por ter tirado Pérez da pista na curva 4 no início da corrida, enquanto o mexicano se envolveu em dois incidentes com Charles Leclerc da Ferrari mais tarde.

Com as sanções parecendo ir contra a filosofia de 'deixá-los competir' com a qual a F1 vem operando há algum tempo, Horner está preocupado com a possibilidade de abrir um precedente ruim.

O dirigente britânico acredita que é vital que a forma como as penalidades foram aplicadas na Áustria não abra a porta para os pilotos sentirem que a maneira mais fácil de derrotar os rivais agora é jogar o carro fora da pista para tentar punir os outros.

“Você não quer o equivalente a jogadores de futebol dando um mergulho”, disse Horner, que sentiu que nenhum dos três incidentes era digno de uma punição. “Acho que precisamos evitar isso."

“Eu sei que é incrivelmente difícil, porque falamos sobre essas coisas com frequência, e é difícil para o diretor da corrida, mas eu senti que talvez os incidentes que vimos poderiam ter sido mais incidentes de corrida do que merecedores de penalidades.”

Horner disse que há muito se reconhece que os pilotos sabem que quando "andam por fora correm o risco".

“O incidente entre Checo e Lando é a corrida”, disse. “Você anda por fora, corre o risco, principalmente quando não está em posição de estar à frente."

“Mas acho que a FIA, tendo concedido aquela [primeira] penalidade, não poderia deixar de conceder uma penalidade por uma jogada muito semelhante com Charles."

“Esses caras correm de kart desde quando eram crianças e sabem que se você anda por fora corre o risco, principalmente se não estiver na frente."

“Então, sim, acho que as penalidades foram um pouco duras e meio que vão contra o mantra de 'deixe-os correr' que temos defendido nos últimos anos.”

Horner não achou que Pérez tenha sido impaciente ao tentar passar por Norris daquela maneira, com o mexicano bem ciente de como a McLaren seria difícil de passar mais tarde.

“Acho que ele sabia que ia ser muito difícil ultrapassar o Lando, porque era muito rápido na reta”, disse. “Ele estava tentando fazer a mudança rapidamente e, obviamente, foi uma pena naquele momento perder o seu buffer com a Mercedes."

“Ele então pegou outro par de penalidades com Charles. Mas acho que quando ele conseguiu passar por Daniel [Ricciardo] e ficar no ar puro, ele guiou incrivelmente bem. Ele abaixou a cabeça e construiu aqueles 10 segundos até o final da corrida para Daniel", concluiu.

ALERTA! SAIBA como COBERTURA olímpica vai IMPACTAR Fórmula 1 na BAND

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual é o tamanho da temporada de Norris até agora?

 

.

compartilhar
comentários
F1: Organização do GP da Austrália acredita que etapa não abrirá temporada 2022
Artigo anterior

F1: Organização do GP da Austrália acredita que etapa não abrirá temporada 2022

Próximo artigo

F1 - McLaren detona penalidades da Áustria: será muito difícil correr dessa maneira

F1 - McLaren detona penalidades da Áustria: será muito difícil correr dessa maneira
Carregar comentários