Fórmula 1
R
GP de Eifel
09 out
Próximo evento em
20 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
34 dias
04 dez
Próximo evento em
76 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
83 dias

Magnussen não vê má intenção de Albon em toque, mas dispara contra tailandês: "Seu julgamento foi horrível"

compartilhar
comentários
Magnussen não vê má intenção de Albon em toque, mas dispara contra tailandês: "Seu julgamento foi horrível"
Por:
, Editor
Co-autor: Oleg Karpov

O piloto da Haas defendeu que, caso Albon tivesse esperado, teria o ultrapassado já na curva seguinte

O GP da Grã-Bretanha de Kevin Magnussen acabou cedo no domingo, batendo ao final da primeira volta, após um toque de Alex Albon na última curva. E, apesar de não ter percebido má intenção do tailandês, Magnussen criticou a atitude do piloto da Red Bull na Fórmula 1, afirmando que Albon poderia ter segurado para evitar o toque.

Todo o incidente começou com um erro de Magnussen na saída da penúltima curva, deixando ele em uma trajetória ruim para a Club, última curva, abrindo a porta para Albon tentar a ultrapassagem por dentro.

Leia também:

Mas Albon logo percebeu que não havia espaço suficiente para passar pelo carro da Haas dentro da curva, resultando em um contato entre os dois, apesar de uma tentativa tardia do tailandês para evitar.

A batida mandou Magnussen para a brita, encerrando a sua corrida, enquanto Albon ficou com danos no carro e recebeu uma penalidade de cinco segundos pelo incidente.

Após a corrida, Magnussen explicou que não entendeu porque Albon tinha tanta pressa em ultrapassá-lo, acreditando que isso aconteceria logo devido à diferença entre os carros.

"Quando eu vi ele, era muito tarde para deixar espaço para ele", disse. "Acho que seria mais fácil para ele esperar. Ele tem um carro bem mais rápido, teria me passado facilmente de qualquer jeito".

"Não acho que ele teria dificuldade se não tivesse criado esse risco enorme ali. Ele provavelmente teria feito a ultrapassagem antes da próxima curva. Claramente não teve má intenção, mas seu julgamento foi horrível".

Albon classificou a punição de "culpa de ambos", quando perguntado sobre o incidente após a corrida, fazendo uma prova de recuperação para terminar em oitavo.

"Kevin saiu da pista, e na volta, havia espaço ali inicialmente", explicoi. "Eu percebi em seguida que ele não me via e a diferença diminuía rapidamente, eu tentei me livrar disso. Mas, naquela velocidade, não tinha como".

"Eu terminei com danos, o que foi uma pena. O ritmo na corrida não era ruim, tínhamos muito o que fazer neste final de semana, então oitavo não é o que eu queria, mas foi controle de danos".

O chefe da Red Bull, Christian Horner, acredita que a batida foi um incidente de corrida, mas não ficou surpreso ao ver a punição a Albon.

"Foi um incidente de corrida", disse Horner. "Se você olhar para o começo, Kevin cometeu um erro, ele acabou abrindo espaço. Albon colocou seu bico ali e meio que se afastou depois".

"Eu não fiquei surpreso com a punição, poderia ter ido para qualquer um dos dois".

PÓDIO: Hamilton vence com três rodas em GP da Grã-Bretanha maluco

PODCAST: Bastidores do futuro do GP do Brasil e os ambientes de F1 favoritos de Reginaldo Leme

 

F1: FIA cogita mudar pneus de próximo GP após furos neste domingo

Artigo anterior

F1: FIA cogita mudar pneus de próximo GP após furos neste domingo

Próximo artigo

GALERIA: Os carros de rua usados pelos pilotos da F1 na Grã-Bretanha

GALERIA: Os carros de rua usados pelos pilotos da F1 na Grã-Bretanha
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Kevin Magnussen , Alexander Albon
Autor Luke Smith