Marko: Red Bull está "dominando" F1 no momento, mas precisa resolver problemas de confiabilidade

"Se você vence sete corridas em nove, é um domínio", disse Marko, cuja Red Bull vive o melhor começo de temporada desde 2011

Marko: Red Bull está "dominando" F1 no momento, mas precisa resolver problemas de confiabilidade
Carregar reprodutor de áudio

A sexta vitória de Max Verstappen em nove  corridas da temporada 2022, abrindo uma vantagem de 46 pontos na liderança do Mundial, fez com que o consultor da Red Bull Helmut Marko afirmasse que a equipe está "dominando" a Fórmula 1 após uma sequência "inacreditável". Mas o austríaco alerta que o time precisa resolver os problemas de confiabilidade que já apareceram.

Além de ser a sexta vitória do atual campeão, esse foi o sétimo triunfo da equipe, que possui uma larga vantagem no Mundial de Construtores para a Ferrari.

Leia também:

A situação de Verstappen mudou rapidamente neste ano. Após dois abandonos nas três primeiras corridas, chegando a ficar 45 pontos atrás de Charles Leclerc, o momento virou ao seu favor desde Ímola.

Marko pediu cautela sobre a liderança de Verstappen, afirmando que "as coisas podem virar rapidamente na F1", mas fica feliz com o momento vivido pela equipe.

"O principal é que temos que terminar [as provas] e evitar essas coisas de confiabilidade", disse Marko ao Motorsport.com. "Também tivemos uma corrida sprint, o que nos ajudou a conquistar mais pontos".

"Tivemos uma sequência inacreditável. Normalmente na primeira metade da temporada estamos sempre tentando alcançar e agora estamos dominando. Dá pra dizer, se você vence sete corridas em nove, é um domínio".

Essa sequência é o melhor começo de temporada para a Red Bull desde 2011, quando Sebastian Vettel venceu seis das oito primeiras corridas, a caminho de conquistar seu bicampeonato.

Mas o caminho da Red Bull não foi dos mais tranquilos, com problemas de confiabilidade. Verstappen não terminou as provas no Bahrein e na Austrália devido a problemas no sistema de combustível, enquanto Sergio Pérez, que também abandonou no Sakhir pelo mesmo motivo, não terminou a prova do Canadá por problemas de câmbio.

"A confiabilidade é sempre uma preocupação se você tem um carro tão no limite. Olha a Ferrari. Os únicos que ainda não abandonaram é a Mercedes, mas eles tiveram que tirar o pé em algumas corridas devido a problemas de superaquecimento".

A Red Bull investigará o que aconteceu com o câmbio de Pérez no Canadá, mas segundo o chefe Christian Horner, "parece uma falha na caixa de câmbio".

"Certamente foi algo na linha de transmissão, já que o motor parece ok. Então até que recebamos de volta, é difícil de dizer".

BASTIDORES no Canadá tiveram XILIQUE “TEATRAL”, ACUSAÇÕES e polícia com CÃES FAREJADORES na RBR

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #183 - O que Alonso poderia fazer hoje em carro de ponta da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Bottas pensou em se aposentar após o fim de 2018 por causa de Hamilton
Artigo anterior

F1: Bottas pensou em se aposentar após o fim de 2018 por causa de Hamilton

Próximo artigo

Rosberg elogia Alonso e diz que não há discussão sobre sua continuidade na F1

Rosberg elogia Alonso e diz que não há discussão sobre sua continuidade na F1