Fórmula 1
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

McLaren deve atrasar uso de combustível da Petrobras

compartilhar
comentários
McLaren deve atrasar uso de combustível da Petrobras
Por:
14 de fev de 2019 16:39

Equipe britânica ainda avalia qual combustível deve utilizar para o início da temporada 2019

A McLaren anunciou uma parceria com a Petrobras no início de 2018, valendo para a temporada 2019, deixando de ter o apoio da BP/Castrol.

Durante o lançamento do novo carro da equipe nesta quinta-feira, o CEO, Zak Brown disse que permanece com a intenção de usar os produtos da petrolífera brasileira.

Acredita-se que a McLaren terá lubrificantes da Petrobras para o uso imediato, mas ele não se comprometeu a responder se o combustível estará pronto a tempo para testes de pré-temporada ou quando a temporada começar na Austrália, no mês que vem.

Questionado pelo Motorsport.com para esclarecer quando seria possível a McLaren usar o combustível da Petrobras, o diretor esportivo, Gil de Ferran, admitiu que é "difícil" identificar um prazo.

“Ainda estamos trabalhando no desenvolvimento em conjunto com a Petrobras”, disse Gil. "Seria difícil colocar uma escala de tempo sobre isso agora".

Fornecedores de combustível e lubrificante sempre tiveram um papel importante no desempenho do motor, e sempre foram peças-chave na atual era híbrida da F1. A Ferrari permanece com a parceria de longa duração com a Shell, enquanto que a Mercedes tem o apoio da Petronas, durante o período mais vitorioso da equipe.

A Renault utiliza os produtos da BP/Castrol, que a McLaren teve até seu último ano com a Honda, em 2017, e em seu primeiro com a Renault em 2018.

Mudar para a Petrobras com exclusividade representa uma oportunidade para a McLaren de se aproximar de seus principais concorrentes.

Gil de Ferran completou: “Quando fazemos planos, observamos todas as dificuldades que poderemos ter para executá-los com propriedade.”

Brown disse: “Temos uma grande parceria com a Petrobras, estamos desenvolvendo combustíveis com eles, como já falamos.”

“É uma relação técnica. Se você observar as companhias de combustível e lubrificantes na F1, eles usam isso como parte de desenvolvimento, para no fim colocar sua marca.”

“Estamos no Brasil indo com frequência com eles. Estou confiante que estamos entregando um bom valor a eles.”

Próximo artigo
Compare novo carro da McLaren com modelo de 2018

Artigo anterior

Compare novo carro da McLaren com modelo de 2018

Próximo artigo

McLaren defende acordo com companhia de tabaco

McLaren defende acordo com companhia de tabaco
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes McLaren Compre Agora
Autor Scott Mitchell