McLaren mira equipe técnica de 1º nível para voltar ao topo

Ron Dennis diz que equipe vai incrementar quadro técnico para melhorar desempenho nos próximos anos

McLaren mira equipe técnica de 1º nível para voltar ao topo
(Esquerda para direita): Ron Dennis, presidente executivo da McLaren, com Phil Prew, engenheiro de corridas da McLaren
Ron Dennis, McLaren
Ron Dennis e Jenson Button, McLaren MP4-30
Fernando Alonso, McLaren com Cairon Pilbeam
Fernando Alonso, McLaren Honda
Fernando Alonso, McLaren MP4-30
Fernando Alonso, McLaren MP4-30
Jenson Button, McLaren MP4-30
Carregar reprodutor de áudio

O presidente da McLaren, Ron Dennis, deu a entender que vai turbinar o quadro de funcionários técnicos de sua equipe, o que ele acredita que vai torná-la mais forte ao longo dos próximos anos.

Embora a escuderia tenha perdido o conceituado engenheiro Phil Prew para a rival Mercedes, Ron Dennis sugeriu que as contratações de primeira linha estão a caminho de Woking, já que os escolhidos estão próximos de terem o vínculo encerrado com outras equipes.

"A F1 aprendeu a arte de ter gente sem trabalhar", disse Dennis. "Quando você fala de contratar uma pessoa de primeiro nível, você tem que esperar um ano. E as equipes são ricas o suficiente para deixá-las encostadas por um ano".

"Nós fizemos um monte de trabalho para melhorar o nosso grupo técnico e, conforme o tempo passar, você vai ver os nossos próprios esforços para melhorar a qualidade do nosso grupo técnico".

"Nós não perdemos ninguém top. A última pessoa que escolheu se mudar teve muitas razões para isso, o que era Phil Prew. Ele está se mudando para uma função administrativa entre a equipe que está fazendo o motor e a equipe que está fazendo o carro".

"É uma posição importante para a Mercedes, mas não uma posição linha de frente. Há muito mais do que aparenta."

"Nós gostamos de perder pessoas boas? Não. Mas se eu tivesse que pesar quem vai se juntar à equipe ao longo dos próximos anos, contra quem temos perdido nos últimos dois anos, o saldo é fortemente a favor do futuro. "

Dennis também acredita que ele ainda é o homem certo para levar a McLaren de volta à glória.

"Eu me sinto apto para o trabalho e sinto que eu sou extremamente saudável. Eu sempre vou ser ambicioso. F1 é um desafio, mas, como eu disse, não é o meu desafio. É o desafio de eu escolher as pessoas certas. Esse é o desafio em qualquer negócio: escolher bons líderes. Nem sempre você vai conseguir, mas esse é o desafio.".

E Dennis acredita que seus esforços desde que voltou ao comando da McLaren têm ajudado a entregar uma estrutura melhor.

"Eu ainda tenho uma firme convicção de que temos uma das melhores equipes de pessoas que tivemos por um longo tempo. Nosso grupo de engenharia é altamente motivado, e focado".

"Você não pode mudar as coisas rapidamente e recuperar rapidamente. Eu acredito que nós temos as pessoas e a capacidade de fazer o trabalho? Sim. Eu não senti isso há um ano ou no ano anterior."

compartilhar
comentários
Sonho da F1 termina cada vez mais cedo para jovens pilotos
Artigo anterior

Sonho da F1 termina cada vez mais cedo para jovens pilotos

Próximo artigo

Pirelli anuncia escolha de pneus para GP da Austrália 2016

Pirelli anuncia escolha de pneus para GP da Austrália 2016