Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Mercedes define "preocupação número 1" para classificação em Mônaco

compartilhar
comentários
Mercedes define "preocupação número 1" para classificação em Mônaco
Por:
23 de mai de 2019 19:16

Equipe admite que aquecimento de pneus é a grande preocupação para Monte Carlo, apesar de desempenho dominante nas duas sessões de treinos desta quinta-feira

A Mercedes chegou a Mônaco como favorita, após cinco dobradinhas consecutivas. Lewis Hamilton liderou as duas primeiras sessões desta quinta-feira, com Valtteri Bottas o acompanhando no TL2.

No entanto, o chefe esportivo, Andrew Shovlin, afirmou que o W10 está demorando demais para colocar os pneus em temperatura ideal para uma volta rápida, o que pode causar problemas no sábado, devido à natureza da classificação em um circuito de rua pequeno.

Leia também:

"Ainda parece que temos problemas para uma volta de pneus macios, apesar da temperatura mais quente da pista à tarde", disse Shovlin.

“Nossa preocupação número um é fazer com que o pneu macio funcione na primeira volta. Nossos tempos foram bons no geral hoje, mas levamos muitas voltas para chegar lá e a classificação é muito importante nesta pista.”

“Esteban [Ocon, piloto reserva] está no simulador, então espero que ele possa ajudar com um pouco desse aprendizado.”

Shovlin reconheceu que as sessões de treinos tinham sido "bastante suaves" para a Mercedes, embora enfatizasse que o tráfego significava que o time não poderia reunir tantos dados quanto gostaria.

“O carro estava bem equilibrado quando os pneus ficaram com a temperatura ideal. Começamos a segunda sessão com pneus médios, esperando que fosse um pouco difícil, mas na verdade estava funcionando muito bem.”

“Nas long runs estávamos com uma incrível quantidade de tráfego e os pilotos se esforçaram para colocar duas voltas limpas seguidas. Isso significa que não temos o nível de informação que gostaríamos de entrar na corrida.”

O rival mais próximo, Sebastian Vettel, que foi o terceiro mais rápido da Ferrari, tinha preocupações com pneus e descreveu seu dia como "não tão produtivo".

"Obviamente faltando um pouco de ritmo comparado à Mercedes, com dificuldades um pouco para que os pneus realmente funcionassem, então temos um pouco de trabalho pela frente", explicou ele.

"Foi difícil conseguir os pneus na janela certa, lutamos um pouco mais do que as outras pessoas."

O companheiro de equipe, Charles Leclerc, disse que também estava lutando para colocar a borracha da Pirelli na temperatura ideal, o que o fez trazer apenas a 10ª colocação no TL2, depois de uma sessão forte pela manhã.

"Estamos trabalhando para diminuir a diferença para a Mercedes, por isso ainda não sabemos o que precisamos fazer", disse ele.

“Esperávamos que eles fossem fortes aqui porque estavam muito fortes nas curvas de baixa em Barcelona, ​​mas sim, precisamos nos concentrar em nós mesmos, tentar colocar esses pneus na temperatura certa, o que não fizemos.”

Próximo artigo
Detritos causaram danos no radiador da Red Bull de Verstappen em treino

Artigo anterior

Detritos causaram danos no radiador da Red Bull de Verstappen em treino

Próximo artigo

Ferrari considera trazer diretor técnico da Alfa Romeo de volta

Ferrari considera trazer diretor técnico da Alfa Romeo de volta
Carregar comentários